Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

A igreja em Antioquia da Síria era estratégica para missões

leitura diária A igreja em Antioquia da Síria era estratégica para missões


Leitura Diária Atos 11
19. E os que foram dispersos pela perseguição que sucedeu por causa de Estêvão caminharam até à Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus.
20. E havia entre eles alguns homens chíprios e cirenenses, os quais entrando em Antioquia falaram aos gregos, anunciando o Senhor Jesus.
Reflexão

A igreja em Antioquia da Síria foi um dos principais centros do cristianismo primitivo. Foi nessa cidade que os seguidores de Jesus foram chamados de cristãos pela primeira vez (Atos 11.26). Foi também de Antioquia que partiram os primeiros missionários para levar o evangelho aos gentios, como Paulo e Barnabé (Atos 13.1-3). Neste artigo, vamos ver como a igreja em Antioquia se tornou um modelo de igreja missionária e quais lições podemos aprender com ela.

A origem da igreja em Antioquia

Antioquia era a terceira maior cidade do Império Romano, depois de Roma e Alexandria. Era uma cidade cosmopolita, com uma grande diversidade cultural, religiosa e étnica. Tinha uma população estimada em 500 mil habitantes, dos quais cerca de 100 mil eram judeus.

A igreja em Antioquia surgiu como resultado da perseguição que se seguiu à morte de Estêvão em Jerusalém (Atos 11.19). Alguns dos cristãos que fugiram da perseguição chegaram a Antioquia e começaram a pregar o evangelho aos judeus. Mas alguns deles, que eram de Chipre e Cirene, também falaram aos gregos, anunciando-lhes o Senhor Jesus (Atos 11.20).

O resultado foi que muitos gregos creram e se converteram ao Senhor. A notícia chegou aos ouvidos da igreja em Jerusalém, que enviou Barnabé para Antioquia. Barnabé era um homem cheio do Espírito Santo e de fé, que se alegrou ao ver a graça de Deus naquela igreja. Ele exortou a todos a permanecerem fiéis ao Senhor e trouxe Paulo para ajudá-lo no ensino e no discipulado dos novos convertidos (Atos 11.22-26).

A igreja em Antioquia se tornou uma igreja vibrante, dinâmica e frutífera. Era composta por judeus e gentios, que viviam em harmonia e unidade. Era uma igreja generosa, que enviou socorro aos irmãos da Judeia que sofriam com a fome (Atos 11.27-30). Era uma igreja cheia do Espírito Santo, que profetizava, orava e jejuava (Atos 13.1-2). Era uma igreja obediente à vontade de Deus, que enviou seus melhores líderes para a obra missionária (Atos 13.3-4).

  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: A igreja em Antioquia da Síria era estratégica para missões
  • Last updated: 

Comentários