Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

Uma ordenança para pregar o Evangelho

leitura diária Uma ordenança para pregar o Evangelho


Leitura Diária Mateus 28
18. E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.
19. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
20. Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.
Reflexão

O que significa pregar o Evangelho? É simplesmente transmitir a mensagem de salvação em Cristo aos que ainda não o conhecem. É anunciar as boas novas de que Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (João 3.16). É proclamar que Jesus morreu pelos nossos pecados, foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras (1 Coríntios 15.3-4). É testemunhar da graça e do amor de Deus, que nos chama ao arrependimento e à fé em seu Filho amado (Atos 20.21).

Mas por que devemos pregar o Evangelho? Porque é uma ordenança de Cristo. Antes de subir aos céus, ele disse aos seus discípulos: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” (Mateus 28.19-20). Essa é a chamada “Grande Comissão”, que se aplica a todos os cristãos de todos os tempos e lugares. Não é uma opção, mas um mandamento. Não é uma sugestão, mas uma obrigação. Não é um privilégio, mas um dever.

Como devemos pregar o Evangelho? De várias maneiras. Podemos pregar o Evangelho com as nossas palavras, falando de Cristo aos nossos familiares, amigos, vizinhos, colegas de trabalho, escola ou faculdade. Podemos pregar o Evangelho com as nossas obras, demonstrando o amor de Cristo aos necessitados, aos aflitos, aos marginalizados, aos enfermos, aos presos, aos órfãos e às viúvas. Podemos pregar o Evangelho com os nossos recursos, contribuindo financeiramente para a obra missionária, apoiando os que vão aos campos mais distantes ou mais difíceis. Podemos pregar o Evangelho com os nossos dons, servindo na igreja local ou em outras organizações cristãs, usando os talentos que Deus nos deu para sua glória.

 

Quando devemos pregar o Evangelho? 

Sempre que tivermos oportunidade. O apóstolo Paulo disse: “Prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não” (2 Timóteo 4.2). Não devemos esperar por momentos especiais ou ocasiões favoráveis para falar de Cristo. Devemos estar preparados para dar razão da nossa esperança a todo aquele que nos pedir (1 Pedro 3.15). Devemos aproveitar as circunstâncias da vida para introduzir o tema da salvação. Devemos orar para que Deus nos abra portas para a sua Palavra (Colossenses 4.3).

Onde devemos pregar o Evangelho?

 Em todo lugar. O apóstolo Paulo disse: “Porque não me envergonho do evangelho, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê” (Romanos 1.16). Não devemos ter medo ou vergonha de falar de Cristo em qualquer ambiente ou situação. Devemos ser luz do mundo e sal da terra (Mateus 5.13-14). Devemos levar o Evangelho a todas as pessoas, de todas as classes sociais, culturas, etnias e religiões. Devemos levar o Evangelho a todas as nações, cumprindo a missão transcultural que Cristo nos confiou.

 

Quais são os benefícios de pregar o Evangelho? 

Muitos. Pregar o Evangelho é uma bênção para nós mesmos, pois nos faz crescer na graça e no conhecimento de Cristo (2 Pedro 3.18). Pregar o Evangelho é uma bênção para os outros, pois lhes oferece a oportunidade de conhecer a Cristo e receber a vida eterna (João 17.3). Pregar o Evangelho é uma bênção para a igreja, pois contribui para o seu crescimento e edificação (Efésios 4.11-16). Pregar o Evangelho é uma bênção para o mundo, pois traz luz às trevas e esperança ao desespero (Isaías 60.1-3). Pregar o Evangelho é uma bênção para Deus, pois glorifica o seu nome e cumpre o seu propósito eterno (Efésios 1.3-14).

Conclusão
Pregar o Evangelho é uma ordenança de Cristo que devemos obedecer com alegria e fidelidade. É um privilégio e uma responsabilidade que temos como seus seguidores. É uma tarefa urgente e necessária que devemos realizar enquanto há tempo. Que Deus nos ajude a pregar o Evangelho com ousadia, sabedoria e amor, para sua honra e glória. Amém.

  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: Uma ordenança para pregar o Evangelho
  • Last updated: 

Comentários