Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

A Igreja como manifestação do Reino de Deus

leitura diária A Igreja como manifestação do Reino de Deus


Leitura Diária Efésios 1

10 De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra;

Reflexão
O que significa dizer que a Igreja é a manifestação do Reino de Deus na terra? Como podemos entender essa relação entre a realidade presente e a futura, entre o visível e o invisível, entre o humano e o divino? Neste artigo, vamos refletir sobre alguns aspectos teológicos e práticos dessa questão, buscando compreender melhor o papel da Igreja na história da salvação.

A Igreja é o povo de Deus, chamado e reunido por ele para anunciar e testemunhar o seu amor e a sua graça. A Igreja é também o corpo de Cristo, unido a ele pela fé e pelo Espírito Santo, participando da sua vida, da sua missão e da sua glória. A Igreja é ainda a noiva do Cordeiro, amada e escolhida por ele para ser sua companheira eterna, adornada com a sua justiça e santidade.

Essas imagens bíblicas nos mostram que a Igreja tem uma origem divina, uma natureza espiritual e um destino escatológico. A Igreja não é uma instituição humana, mas uma comunidade criada por Deus para o seu propósito. A Igreja não é apenas uma organização social, mas uma família formada pelo Espírito Santo para o seu serviço. A Igreja não é somente uma realidade temporal, mas uma esperança que transcende o tempo e aponta para a eternidade.

Mas como essa Igreja se relaciona com o Reino de Deus? O Reino de Deus é o domínio soberano de Deus sobre toda a criação, manifestado em sua vontade, em seu poder e em sua glória. O Reino de Deus é também o plano redentor de Deus para restaurar todas as coisas ao seu estado original, vencendo o pecado, o mal e a morte. O Reino de Deus é ainda a promessa fiel de Deus para cumprir todas as suas alianças, estabelecendo a sua justiça, a sua paz e a sua alegria.

O Reino de Deus é, portanto, uma realidade presente e futura, já inaugurada pela vinda de Cristo, mas ainda não consumada pela sua volta. O Reino de Deus é uma realidade visível e invisível, já revelada pela palavra e pelos sinais de Cristo, mas ainda não plenamente manifesta pela sua glória. O Reino de Deus é uma realidade humana e divina, já experimentada pela fé e pela graça de Cristo, mas ainda não totalmente realizada pela sua presença.

Nesse sentido, podemos dizer que a Igreja é a manifestação do Reino de Deus na medida em que ela proclama e vive os valores do Reino, antecipando e aguardando a sua plenitude. A Igreja é a manifestação do Reino de Deus na medida em que ela reflete e expressa o caráter do Rei, imitando e seguindo o seu exemplo. A Igreja é a manifestação do Reino de Deus na medida em que ela participa e colabora com a obra do Rei, obedecendo e cumprindo a sua vontade.

Assim, a Igreja tem uma missão profética, ética e escatológica no mundo. Ela deve anunciar as boas novas do Reino com ousadia e fidelidade. Ela deve demonstrar os frutos do Reino com amor e santidade. Ela deve esperar as bênçãos do Reino com fé e esperança. A Igreja deve ser sal da terra e luz do mundo (Mt 5.13-16), fermento na massa e semente no campo (Mt 13.31-33), cidade sobre o monte e templo do Espírito (Ef 2.19-22).

Que possamos ser essa Igreja que manifesta o Reino de Deus em todas as áreas da vida, para a glória de Deus e para o bem do próximo.

  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: A Igreja como manifestação do Reino de Deus
  • Last updated: 

Comentários