Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

O povo de Deus reunido debaixo do Antigo Pacto

leitura diária O povo de Deus reunido debaixo do Antigo Pacto


Leitura Diária Deuteronômio 4

10. O dia em que estiveste perante o Senhor teu Deus em Horebe, quando o Senhor me disse: Ajunta-me este povo, e os farei ouvir as minhas palavras, e aprendê-las-ão, para me temerem todos os dias que na terra viverem, e as ensinarão a seus filhos; 

Reflexão
O povo de Deus reunido debaixo do Antigo Pacto é um tema muito importante para entendermos a história da salvação e o plano divino para a humanidade. Neste artigo, vamos explorar alguns aspectos desse assunto, como:

– O que é o Antigo Pacto e quais são as suas características principais?
– Quem são os participantes do Antigo Pacto e quais são as suas responsabilidades e bênçãos?
– Como o Antigo Pacto se relaciona com o Novo Pacto e com a obra de Cristo?
– Quais são as lições que podemos aprender com o Antigo Pacto para a nossa vida cristã hoje?

O que é o Antigo Pacto e quais são as suas características principais?

O Antigo Pacto é o nome que se dá à aliança que Deus estabeleceu com o povo de Israel no monte Sinai, depois de libertá-los da escravidão no Egito. O termo “pacto” significa um acordo solene entre duas partes, que envolve promessas, obrigações e consequências. O Antigo Pacto foi mediado por Moisés, que recebeu de Deus as leis, os mandamentos, os estatutos e os juízos que deveriam reger a vida do povo escolhido.

As características principais do Antigo Pacto são:

– É um pacto condicional, ou seja, depende da obediência do povo para receber as bênçãos de Deus e evitar as maldições. Deus prometeu abençoar Israel se eles guardassem os seus mandamentos, mas também ameaçou castigá-los se eles se rebelassem contra ele (Deuteronômio 28).
– É um pacto temporário, ou seja, tinha uma duração limitada e estava sujeito a mudanças. Deus já havia anunciado que ele faria um novo pacto com a casa de Israel e de Judá, que seria diferente do Antigo Pacto e que seria eterno (Jeremias 31:31-34).
– É um pacto nacional, ou seja, abrange todo o povo de Israel como uma unidade política e religiosa. Deus escolheu Israel dentre todas as nações da terra para ser o seu povo peculiar, o seu reino de sacerdotes e a sua nação santa (Êxodo 19:5-6).
– É um pacto sombrio, ou seja, contém elementos que apontam para uma realidade maior e mais gloriosa que ainda estava por vir. O Antigo Pacto era uma sombra das coisas futuras, mas não a imagem exata das coisas (Hebreus 10:1). Por exemplo, os sacrifícios de animais eram uma sombra do sacrifício perfeito de Cristo na cruz; o tabernáculo e o templo eram uma sombra da presença de Deus entre o seu povo; os sacerdotes eram uma sombra do sumo sacerdote celestial; as festas eram uma sombra dos eventos escatológicos; etc.

  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: O povo de Deus reunido debaixo do Antigo Pacto
  • Last updated: 

Comentários