Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

A “porta estreita” é um chamado ao arrependimento



Leitura Diária 

Isaías 1
15 Por isso, quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os meus olhos; e ainda que multipliqueis as vossas orações, não as ouvirei, porque as vossas mãos estão cheias de sangue.
16 Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer mal.
Isaías 55
7 Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.
Jeremias 7
3 Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Melhorai os vossos caminhos e as vossas obras, e vos farei habitar neste lugar.
4 Não vos fieis em palavras falsas, dizendo: Templo do Senhor, templo do Senhor, templo do Senhor é este.
5 Mas, se deveras melhorardes os vossos caminhos e as vossas obras; se deveras praticardes o juízo entre um homem e o seu próximo;
6 Se não oprimirdes o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, nem derramardes sangue inocente neste lugar, nem andardes após outros deuses para vosso próprio mal,
7 Eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, desde os tempos antigos e para sempre.

Reflexão

A "porta estreita" é frequentemente interpretada como uma metáfora para um caminho de vida que exige disciplina, renúncia e a busca pela verdadeira justiça. No contexto bíblico, essa expressão é um convite ao arrependimento e à transformação pessoal, como evidenciado em passagens como Isaías 1:15-16, Isaías 55:7 e Jeremias 7:3-7.
Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI
Isaías 1:15-16 adverte que as mãos cheias de sangue e as práticas iníquas devem ser abandonadas, enquanto Isaías 55:7 fala da misericórdia e do perdão generoso que aguardam o ímpio que se arrepende. Jeremias 7:3-7, por sua vez, promete que, se o povo se emendar e praticar a justiça, então Deus habitará com eles.

Essas passagens bíblicas ressaltam a importância de um compromisso sincero com a mudança de vida, deixando para trás os erros passados e buscando uma relação mais próxima com o divino. A "porta estreita" simboliza, portanto, a escolha por um caminho menos percorrido, que pode ser mais desafiador, mas que leva à vida eterna e à comunhão com Deus. É uma escolha que não é fácil, mas que oferece recompensas eternas para aqueles que a tomam. A mensagem é clara: o arrependimento genuíno e a transformação de vida são essenciais para quem deseja seguir esse caminho.

  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: A “porta estreita” é um chamado ao arrependimento
  • Last updated: 

Comentários