Em primeiro lugar, nos dirigimos a Deus para o perdão dos pecados


Leitura Diária 

Mateus 6.
12 E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;

Reflexão

Quando nos deparamos com nossos erros e pecados, é natural que busquemos o perdão de Deus. Afinal, Ele é o nosso Criador e o único capaz de nos perdoar verdadeiramente. A Bíblia nos ensina que devemos nos dirigir a Deus com humildade, sinceridade e arrependimento. No livro de Mateus, capítulo 6, versículo 12, Jesus nos ensina a orar dizendo: "Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores."

Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI

A importância do arrependimento

Antes de nos dirigirmos a Deus para o perdão dos pecados, é fundamental compreender a importância do arrependimento. O arrependimento verdadeiro implica reconhecer nossos erros, sentir tristeza por tê-los cometido e ter o desejo sincero de mudar de atitude. Quando nos arrependemos de coração, estamos demonstrando a Deus que reconhecemos a nossa falibilidade e desejamos nos afastar do pecado.

É importante lembrar que Deus conhece o nosso coração e sabe quando o nosso arrependimento é genuíno. Não basta apenas pedir perdão de forma superficial, é necessário um verdadeiro compromisso de mudança. O arrependimento é o primeiro passo para nos reconciliarmos com Deus e recebermos o Seu perdão.

A oração como forma de se dirigir a Deus

Uma das formas mais comuns de nos dirigirmos a Deus para o perdão dos pecados é através da oração. A oração é um diálogo sincero com Deus, onde podemos expressar os nossos sentimentos, pedir perdão e buscar a Sua orientação. Quando oramos, estamos nos conectando com o Criador e abrindo o nosso coração diante Dele.

Na oração, podemos utilizar as palavras de Jesus no versículo mencionado anteriormente, onde Ele nos ensina a pedir: "Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores." Essa frase nos lembra da importância de perdoarmos aqueles que nos ofenderam, assim como desejamos ser perdoados por Deus.

Além da oração, também podemos nos dirigir a Deus para o perdão dos pecados através da confissão. A confissão é o ato de admitir nossos erros diante de Deus, reconhecendo a nossa responsabilidade e buscando o Seu perdão. Ao confessarmos os nossos pecados a Deus, estamos demonstrando humildade e buscando a reconciliação com Ele.

O perdão de Deus

Quando nos dirigimos a Deus com humildade, sinceridade e arrependimento, podemos ter a certeza de que Ele nos perdoa. A Bíblia nos assegura que "se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça" (1 João 1.9). O perdão de Deus é completo e nos liberta do peso dos nossos pecados.

É importante lembrar que o perdão de Deus não nos isenta das consequências dos nossos atos. Embora Ele nos perdoe, ainda podemos enfrentar as consequências naturais dos nossos erros. No entanto, o perdão de Deus nos dá a oportunidade de recomeçar, de aprender com os nossos erros e de buscar uma vida em conformidade com a Sua vontade.

Portanto, quando nos dirigimos a Deus para o perdão dos pecados, devemos fazê-lo com sinceridade e humildade, reconhecendo a nossa falibilidade e buscando a Sua orientação. Através da oração e da confissão, podemos nos reconciliar com Deus e experimentar o Seu perdão completo e transformador.

Ivaldo Fernandes

Deixe um comentário sua opinião é importante . Sua voz é valiosa!

1 Comentários

  1. Paz irmão amo ler e meditar neste trabalho que o senhor faz.

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem