Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

O pecado do rei Davi, o ungido do Senhor

Leitura Diária 

2 Samuel 12.
1 E o SENHOR enviou Natã a Davi; e, apresentando-se ele a Davi, disse-lhe: Havia numa cidade dois homens, um rico e outro pobre.
2 O rico possuía muitíssimas ovelhas e vacas.
3 Mas o pobre não tinha coisa nenhuma, senão uma pequena cordeira que comprara e criara; e ela tinha crescido com ele e com seus filhos; do seu bocado comia, e do seu copo bebia, e dormia em seu regaço, e a tinha como filha.
4 E, vindo um viajante ao homem rico, deixou este de tomar das suas ovelhas e das suas vacas para assar para o viajante que viera a ele; e tomou a cordeira do homem pobre, e a preparou para o homem que viera a ele.
2 Samuel 7.
9 E fui contigo, por onde quer que foste, e destruí a teus inimigos diante de ti; e fiz grande o teu nome, como o nome dos grandes que há na terra.
Reflexão

O Rei Davi é uma figura proeminente na Bíblia, conhecido por ser um homem segundo o coração de Deus. No entanto, mesmo os mais piedosos podem cair em tentação e cometer erros. Um desses erros marcantes na vida de Davi foi o seu pecado com Bate-Seba, esposa de Urias.

Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI

O Contexto do Pecado

O episódio do pecado de Davi está registrado no livro de 2 Samuel, capítulo 11. Neste capítulo, é relatado como Davi, estando no topo do seu reinado, permaneceu em Jerusalém enquanto seus soldados estavam lutando em batalha. Durante esse tempo, ele viu Bate-Seba tomando banho e foi tomado pelo desejo por ela.

Davi então mandou trazer Bate-Seba ao seu palácio e teve relações com ela, mesmo sabendo que ela era casada com Urias, um dos seus soldados. Esse ato de adultério foi condenado por Deus e trouxe consequências graves para Davi e sua família.

A Repreensão do Profeta Natã

Após o pecado de Davi, Deus enviou o profeta Natã para confrontá-lo. Natã contou uma parábola a Davi sobre um homem rico que roubou a única ovelha de um homem pobre. Davi, indignado com a injustiça, declarou que o homem rico deveria ser punido.

Foi então que Natã revelou a Davi que ele era o homem da parábola, repreendendo-o pelo seu pecado. Natã deixou claro que o pecado de Davi havia desagradado a Deus e traria consequências dolorosas para ele e sua família.

As Consequências do Pecado

Após a repreensão de Natã, Davi reconheceu o seu pecado e se arrependeu sinceramente. No entanto, as consequências do seu pecado não foram evitadas. Deus disse a Davi que a espada nunca se apartaria da sua casa, e que o mal se levantaria contra ele dentro da sua própria família.

De fato, a vida de Davi foi marcada por tragédias decorrentes do seu pecado. Bate-Seba ficou grávida e o filho deles morreu. Além disso, um dos filhos de Davi, Amnom, estuprou sua própria meia-irmã, Tamar. E mais tarde, Absalão, outro filho de Davi, se rebelou contra ele e tentou tomar o trono.

Apesar dessas consequências, Davi permaneceu fiel a Deus e continuou buscando o perdão e a restauração. Ele escreveu o Salmo 51, uma oração de arrependimento e súplica a Deus, reconhecendo a sua culpa e pedindo o perdão divino.

O Perdão de Deus

A história do pecado de Davi nos mostra que mesmo os ungidos do Senhor podem cometer erros e pecar. No entanto, também nos mostra que Deus é misericordioso e está disposto a perdoar aqueles que se arrependem sinceramente.

Davi experimentou o perdão de Deus e, apesar das consequências do seu pecado, continuou sendo usado por Deus para realizar grandes feitos. Ele é lembrado como um dos maiores reis de Israel e um exemplo de fé e arrependimento.

Lições para Nós

A história do pecado de Davi nos traz algumas lições importantes. Primeiramente, ela nos lembra da importância de estarmos vigilantes e não nos deixarmos levar pela tentação. Davi caiu em pecado porque não estava onde deveria estar e permitiu que o desejo o dominasse.

Além disso, a história de Davi nos mostra que mesmo os mais piedosos podem pecar. Nenhum de nós está imune à tentação e ao pecado. Por isso, é essencial que estejamos sempre buscando a Deus, reconhecendo nossas fraquezas e pedindo a sua ajuda para resistir ao mal.

Por fim, a história de Davi nos ensina sobre o poder do arrependimento e do perdão. Quando reconhecemos nossos erros e nos arrependemos sinceramente, Deus está disposto a nos perdoar e nos restaurar. Ele pode transformar as consequências do nosso pecado em oportunidades de crescimento espiritual e nos usar para realizar a sua vontade.

Portanto, que a história do pecado de Davi nos sirva de alerta e inspiração para buscarmos a Deus de todo o coração, evitando o pecado e vivendo uma vida de retidão diante dele.

  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: O pecado do rei Davi, o ungido do Senhor
  • Last updated: 

Comentários