Rute gera um filho de Boaz, seu remidor


Leitura Diária 
Rute 4.
13 Assim tomou Boaz a Rute, e ela lhe foi por mulher; e ele a possuiu, e o Senhor lhe fez conceber, e deu à luz um filho.
14 Então as mulheres disseram a Noemi: Bendito seja o Senhor, que não deixou hoje de te dar remidor, e seja o seu nome afamado em Israel.
15 Ele te será por restaurador da alma, e nutrirá a tua velhice, pois tua nora, que te ama, o deu à luz, e ela te é melhor do que sete filhos.
Reflexão

O livro de Rute, um dos textos mais comoventes da Bíblia, narra a história de Rute e Boaz. No capítulo 4, versículos 13 a 15, encontramos a culminação dessa narrativa, onde Rute dá à luz um filho com Boaz, seu remidor. Esta união não é apenas um marco pessoal para Rute, mas também um evento significativo para a linhagem de Davi e, eventualmente, para a genealogia de Jesus Cristo.

Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI

Boaz como Remidor

Boaz desempenha um papel crucial como remidor, uma figura importante no contexto cultural e legal do antigo Israel. O remidor tinha a responsabilidade de proteger os interesses da família, especialmente os dos parentes mais vulneráveis. Ao casar-se com Rute, Boaz não só assegura a continuidade do nome de Elimeleque, marido falecido de Noemi, mas também proporciona segurança e futuro para Rute.

O Nascimento de Obede

O nascimento de Obede é um momento de grande alegria e celebração. Rute 4:13-15 nos diz que as mulheres da cidade congratulam Noemi, afirmando que o filho de Rute será um consolador e provedor para ela em sua velhice. Obede, filho de Boaz e Rute, torna-se o avô do Rei Davi, destacando a importância desta linhagem na história de Israel e na tradição cristã.

Significado Espiritual

A história de Rute e Boaz é rica em significado espiritual. Ela exemplifica a lealdade, a providência divina e a redenção. A figura de Boaz como remidor é um prenúncio do papel redentor de Cristo. Assim, esta narrativa não é apenas uma história de amor e devoção, mas também um reflexo do plano maior de Deus para a humanidade.

Comentários

Tradutor

3° trimestre 2024