Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

Um contexto de anarquia e infidelidade do povo hebreu

Leitura Diária
Juízes 1.
7 Então disse Adoni-Bezeque: Setenta reis, com os dedos polegares das mãos e dos pés cortados, apanhavam as migalhas debaixo da minha mesa; assim como eu fiz, assim Deus me pagou. E levaram-no a Jerusalém, e morreu ali.
8 E os filhos de Judá pelejaram contra Jerusalém, e tomando-a, feriram-na ao fio da espada; e puseram fogo na cidade.
9 E depois os filhos de Judá desceram a pelejar contra os cananeus, que habitavam nas montanhas, e no sul, e nas planícies.
10 E partiu Judá contra os cananeus que habitavam em Hebrom (era porém outrora o nome de Hebrom, Quiriate-Arba), e feriram a Sesai, e a Aimã e Talmai.
11 E dali partiu contra os moradores de Debir; e era outrora o nome de Debir, Quiriate-Sefer.
12 E disse Calebe: Quem ferir a Quiriate-Sefer, e a tomar, lhe darei a minha filha Acsa por mulher.
13 E tomou-a Otniel, filho de Quenaz, o irmão de Calebe, mais novo do que ele; e Calebe lhe deu a sua filha Acsa por mulher.
14 E sucedeu que, indo ela a ele, o persuadiu que pedisse um campo a seu pai; e ela desceu do jumento, e Calebe lhe disse: Que é que tens?
15 E ela lhe disse: Dá-me uma bênção; pois me deste uma terra seca, dá-me também fontes de águas. E Calebe lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores.
16 Também os filhos do queneu, sogro de Moisés, subiram da cidade das palmeiras com os filhos de Judá ao deserto de Judá, que está ao sul de Arade, e foram, e habitaram com o povo.
17 E foi Judá com Simeão, seu irmão, e feriram aos cananeus que habitavam em Zefate; e totalmente a destruíram, e chamou-se o nome desta cidade Hormá.
18 Tomou mais Judá a Gaza com o seu termo, e a Ascalom com o seu termo, e a Ecrom com o seu termo.
19 E estava o Senhor com Judá, e despovoou as montanhas; porém não expulsou aos moradores do vale, porquanto tinham carros de ferro.
Reflexão

O Livro de Juízes, especialmente no trecho de Juízes 1:7-19, oferece uma visão profunda sobre uma época de anarquia e infidelidade do povo hebreu. Este período histórico é fundamental para compreender a transição entre a liderança de Josué e o estabelecimento da monarquia em Israel.

Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI

O Cenário de Anarquia

Juízes 1:7-19 descreve um cenário onde a ausência de uma liderança central forte resultou em uma sociedade fragmentada e desorganizada. A falta de uma autoridade unificada levou a um ambiente de instabilidade e desordem, onde cada tribo agia conforme seus próprios interesses. Este contexto de anarquia é crucial para entender os desafios enfrentados pelo povo hebreu durante este período.

Infidelidade e Suas Consequências

A infidelidade do povo hebreu em relação às alianças com Deus é um tema recorrente em Juízes 1:7-19. A desobediência e a adoção de práticas pagãs resultaram em consequências graves, incluindo derrotas militares e opressão por parte de povos vizinhos. Este ciclo de infidelidade e punição destaca a importância da fidelidade às instruções divinas para a prosperidade e segurança do povo de Israel.

Reflexões Finais

O estudo de Juízes 1:7-19 nos permite refletir sobre a importância da liderança e da fidelidade nas comunidades. A anarquia e a infidelidade descritas neste trecho servem como um alerta sobre os perigos da desunião e da desobediência. Compreender este contexto histórico nos ajuda a valorizar os princípios de ordem e lealdade que são essenciais para a coesão e o sucesso de qualquer sociedade.

  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: Um contexto de anarquia e infidelidade do povo hebreu
  • Last updated: 

Comentários