Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

A situação do rico diante do princípio da Palavra de Deus

Leitura Diária

Mateus 6.
19 Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;
20 Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.
21 Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
1 Timóteo 6.
17 Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;
18 Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis;
19 Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam se apoderar da vida eterna.
Tiago 5.
1 Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir.
2 As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão comidas de traça.
3 O vosso ouro e a vossa prata se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias.
4 Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído, clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos.
5 Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações, como num dia de matança.
6 Condenastes e matastes o justo; ele não vos resistiu.
Reflexão

A Bíblia oferece inúmeras orientações sobre a relação entre riqueza e espiritualidade. Passagens como Mateus 6.19-21, 1 Timóteo 6.17-19 e Tiago 5.1-6 abordam a situação dos ricos diante dos princípios da palavra de Deus. Neste artigo, exploraremos esses textos e a mensagem que eles transmitem sobre a riqueza e a fé.

Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI

Mateus 6.19-21: Tesouros no Céu

Em Mateus 6.19-21, Jesus nos adverte contra acumular tesouros na terra, onde podem ser destruídos ou roubados. Em vez disso, Ele nos encoraja a juntar tesouros no céu, onde são eternamente seguros. Esta passagem destaca a importância de focar em valores espirituais duradouros em detrimento das riquezas materiais efêmeras.

1 Timóteo 6.17-19: A Responsabilidade dos Ricos

Em 1 Timóteo 6.17-19, Paulo instrui os ricos a não serem arrogantes nem depositarem sua esperança na incerteza das riquezas, mas sim em Deus. Eles são exortados a fazer o bem, serem ricos em boas obras, generosos e prontos a compartilhar. Essas ações acumulam um bom fundamento para o futuro, permitindo-lhes agarrar a vida que é realmente vida.

Tiago 5.1-6: A Advertência aos Ricos

Tiago 5.1-6 é uma advertência severa aos ricos que exploram os pobres e acumulam riquezas injustamente. Ele alerta que suas riquezas apodrecerão e servirão como testemunho contra eles no dia do julgamento. Esta passagem enfatiza a justiça social e a responsabilidade moral dos ricos em suas ações financeiras.

Conclusão

As escrituras fornecem uma visão clara sobre como os ricos devem conduzir suas vidas diante dos princípios da palavra de Deus. Seja acumulando tesouros no céu, sendo generosos e prontos a compartilhar, ou evitando a exploração, a Bíblia nos guia para um caminho de justiça, generosidade e espiritualidade autêntica.

  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: A situação do rico diante do princípio da Palavra de Deus
  • Last updated: 

Comentários