Perguntas com Respostas do livro de Judas

Quem é o autor do livro de Judas?
Resposta: Judas, servo de Jesus Cristo e irmão de Tiago (Judas 1:1).

Qual é o propósito principal do livro de Judas?
Resposta: Exortar os crentes a lutar pela fé que foi uma vez entregue aos santos (Judas 1:3).

Quem são os destinatários da carta de Judas?
Resposta: Aqueles que foram chamados, amados por Deus Pai e guardados em Jesus Cristo (Judas 1:1).

Como Judas descreve a fé que os crentes devem lutar por?
Resposta: A fé que foi uma vez entregue aos santos (Judas 1:3).

Quais são os alertas dados por Judas em relação a falsos mestres?
Resposta: Eles são descritos como ímpios que transformam a graça de Deus em libertinagem e negam a Jesus Cristo (Judas 1:4).

Que exemplo histórico Judas menciona para alertar os crentes?
Resposta: A descrença dos israelitas que foram libertos do Egito, mas depois foram destruídos por sua falta de fé (Judas 1:5).

Como Judas descreve os falsos mestres em termos de natureza?
Resposta: São comparados a nuvens sem água, árvores sem frutos, duas vezes mortas e arrancadas (Judas 1:12).

Quais características dos falsos mestres Judas destaca?
Resposta: São descritos como murmuradores, queixosos, seguindo as próprias paixões ímpias (Judas 1:16).

Como Judas aconselha os crentes a se manterem firmes na fé?
Resposta: Edificando-se na fé, orando no Espírito Santo e guardando-se no amor de Deus (Judas 1:20-21).

Qual é a bênção final que Judas expressa aos crentes?
Resposta: A Deus, que é capaz de nos guardar de tropeçar e de nos apresentar diante da Sua glória com grande alegria (Judas 1:24).

O que Judas diz sobre a capacidade de Deus para nos manter sem mancha?
Resposta: Ele afirma que Deus é capaz de nos guardar de tropeçar e nos apresentar sem mancha diante da Sua glória (Judas 1:24).

Qual é a atitude que Judas aconselha os crentes a terem para com aqueles que estão em dúvida?
Resposta: Ser misericordioso para com os que têm dúvidas (Judas 1:22).

Como Judas descreve a maneira como devemos resgatar aqueles que estão se desviando?
Resposta: Com compaixão, odiando até mesmo a roupa manchada pela carne (Judas 1:23).

Quem é mencionado como capaz de nos guardar de cair?
Resposta: Aquele que é capaz de nos guardar de tropeçar e nos apresentar sem mancha diante da Sua glória (Judas 1:24).

O que Judas diz sobre a sabedoria que vem de Deus?
Resposta: Ele incentiva os crentes a edificarem-se na sua fé e orarem no Espírito Santo, mantendo-se na sabedoria de Deus (Judas 1:20).

Como Judas se refere aos falsos mestres que estão presentes entre os crentes?
Resposta: Como "manchas" nas festas de fraternidade, participando sem temor, pastores que se apascentam a si mesmos (Judas 1:12, 13).

O que Judas fala sobre a segunda vinda de Jesus?
Resposta: Ele profetiza sobre a vinda do Senhor com milhares de Seus santos para executar juízo sobre todos (Judas 1:14-15).

Quais são as características dos falsos mestres mencionadas por Judas?
Resposta: São descritos como insensatos, manchando-se com suas próprias degradações, pastores que se apascentam a si mesmos (Judas 1:10-13).

Como Judas aconselha os crentes a reagirem à presença de falsos mestres?
Resposta: A permanecerem firmes na fé, orando no Espírito Santo, e aguardando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna (Judas 1:20-21).

O que Judas diz sobre a misericórdia de Deus?
Resposta: Ele destaca a misericórdia de Deus como parte do processo de nos guardar de tropeçar (Judas 1:21).

Como Judas caracteriza os falsos mestres em termos de ganância?
Resposta: Eles são descritos como pastores que buscam ganho desonesto, seguindo o caminho de Caim, Balaão e Coré (Judas 1:11).

O que Judas compara aos falsos mestres em termos de instabilidade?
Resposta: São comparados a ondas do mar impelidas pelo vento e árvores sem frutos, duas vezes mortas (Judas 1:12).

O que Judas diz sobre a justiça divina em relação aos falsos mestres?
Resposta: Ele afirma que a condenação deles foi predita há muito tempo, e a justiça de Deus não tardará (Judas 1:4, 6).

Como Judas descreve a conduta imoral dos falsos mestres?
Resposta: Eles são retratados como participantes de banquetes de fraternidade, sem temor, manchando-se com suas próprias degradações (Judas 1:12).

O que Judas diz sobre a intercessão de Jesus pelos crentes?
Resposta: Ele menciona que Jesus é capaz de nos guardar de cair e nos apresentar sem mancha diante da Sua glória (Judas 1:24).

Como Judas aconselha os crentes a se manterem seguros na fé?
Resposta: Edificando-se na fé, orando no Espírito Santo e guardando-se no amor de Deus (Judas 1:20-21).

O que Judas compara aos falsos mestres em termos de fala arrogante?
Resposta: Suas palavras vazias e arrogantes são comparadas às nuvens levadas pelo vento, sem água (Judas 1:12).

Quem são mencionados como exemplos negativos de descrença em Judas?
Resposta: Os israelitas que foram libertos do Egito, mas por falta de fé, foram destruídos no deserto (Judas 1:5).

Como Judas caracteriza a conduta dos falsos mestres em relação à graça de Deus?
Resposta: Eles transformam a graça de Deus em libertinagem, negando a Jesus Cristo como seu único Soberano e Senhor (Judas 1:4).

O que Judas aconselha os crentes a fazerem diante da presença de falsos mestres?
Resposta: A lembrarem das palavras dos apóstolos e a permanecerem firmes na fé que lhes foi entregue (Judas 1:17).

Como Judas descreve a destruição iminente dos falsos mestres?
Resposta: Ele compara a sua sorte à escuridão das trevas para sempre, reservada para o juízo do grande Dia (Judas 1:13).

O que Judas destaca sobre a intercessão de Jesus pelos crentes em sua batalha espiritual?
Resposta: Ele menciona que Jesus é capaz de nos apresentar sem mancha diante da Sua glória com grande alegria (Judas 1:24).

Como Judas descreve a conduta imoral dos falsos mestres em termos de luxúria?
Resposta: Eles são acusados de seguir as suas próprias paixões ímpias, debochando das coisas espirituais (Judas 1:16).

O que Judas diz sobre a paciência dos crentes diante da vinda do Senhor?
Resposta: Ele encoraja a ter paciência, aguardando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna (Judas 1:21).

Como Judas descreve a misericórdia de Deus em relação aos crentes?
Resposta: Ele fala da misericórdia de Deus que leva à vida eterna, como parte do processo de ser guardado de tropeçar (Judas 1:21).

O que Judas diz sobre a habilidade dos crentes de se edificarem na fé?
Resposta: Ele os incentiva a edificar-se na fé mais santa e a orar no Espírito Santo (Judas 1:20).

Quais são os termos que Judas usa para descrever os falsos mestres em sua carta?
Resposta: Ele os chama de manchas, árvores sem frutos, ondas do mar impelidas pelo vento, nuvens sem água (Judas 1:12).

Como Judas caracteriza os falsos mestres em relação à apostasia?
Resposta: Eles são descritos como pessoas ímpias que se infiltram secretamente para promover a apostasia (Judas 1:4).

O que Judas fala sobre a firmeza dos crentes na fé?
Resposta: Ele aconselha a lembrar das palavras dos apóstolos e a permanecer firme na fé que foi uma vez entregue (Judas 1:17).

Como Judas encoraja os crentes a agirem diante dos falsos mestres?
Resposta: Ele incentiva a praticar a misericórdia, resgatar os que estão em dúvida e odiar até mesmo a roupa manchada pela carne (Judas 1:22-23).

O que Judas diz sobre a capacidade dos falsos mestres de criar divisões?
Resposta: Ele alerta que esses indivíduos são aqueles que causam divisões, sensuais, que não têm o Espírito (Judas 1:19).

Como Judas caracteriza a confiança dos crentes na oração?
Resposta: Ele menciona que os crentes devem orar no Espírito Santo, indicando uma dependência na orientação divina durante a oração (Judas 1:20).

O que Judas diz sobre os falsos mestres que seguem suas próprias paixões ímpias?
Resposta: Eles são descritos como pessoas que zombam das coisas espirituais e seguem suas próprias paixões ímpias (Judas 1:16).

Como Judas exorta os crentes a reagirem à apostasia promovida pelos falsos mestres?
Resposta: Ele incentiva a praticar a misericórdia para com os que têm dúvidas e a resgatar aqueles que estão prestes a se desviar (Judas 1:22-23).

O que Judas diz sobre os crentes serem guardados no amor de Deus?
Resposta: Ele aconselha os crentes a guardarem-se no amor de Deus como parte do processo de permanecerem firmes na fé (Judas 1:21).

Como Judas se refere à intercessão de Jesus pelos crentes no contexto da segunda vinda?
Resposta: Ele menciona que Jesus é capaz de nos apresentar sem mancha diante da Sua glória no grande Dia (Judas 1:24).

O que Judas fala sobre os falsos mestres que seguem o caminho de Caim?
Resposta: Ele os compara a pastores que buscam ganho desonesto, assim como Caim, que agiu de maneira errada por ganância (Judas 1:11).

Como Judas aconselha os crentes a enfrentarem a presença dos falsos mestres?
Resposta: Ele encoraja a lembrar das palavras dos apóstolos e permanecer firmes na fé entregue uma vez aos santos (Judas 1:17).

O que Judas diz sobre a condenação dos falsos mestres ser predita há muito tempo?
Resposta: Ele afirma que a condenação deles foi predita há muito tempo, e a justiça de Deus não tardará (Judas 1:4, 6).

Como Judas descreve a vinda do Senhor com milhares de Seus santos?
Resposta: Ele profetiza sobre a vinda do Senhor com milhares de Seus santos para executar juízo sobre todos (Judas 1:14-15).

O que Judas destaca sobre o comportamento dos falsos mestres em relação à graça de Deus?
Resposta: Ele acusa esses indivíduos de transformarem a graça de Deus em libertinagem, negando a Jesus Cristo como Senhor e Soberano único (Judas 1:4).

Como Judas aconselha os crentes a agirem diante dos falsos mestres que causam divisões?
Resposta: Ele encoraja os crentes a permanecerem firmes na fé, orando no Espírito Santo e guardando-se no amor de Deus (Judas 1:20-21).

O que Judas compara aos falsos mestres em termos de instabilidade e esterilidade espiritual?
Resposta: Ele os compara a árvores sem frutos, duas vezes mortas, e ondas do mar impelidas pelo vento, destacando sua falta de firmeza e produtividade espiritual (Judas 1:12).

Como Judas caracteriza os falsos mestres em termos de fala vazia e arrogante?
Resposta: Ele compara suas palavras vazias e arrogantes às nuvens levadas pelo vento, sem água, ressaltando a falta de substância espiritual em suas declarações (Judas 1:12).

O que Judas diz sobre a destruição reservada para os falsos mestres?
Resposta: Ele profetiza que a condenação deles é como trevas para sempre, destacando a severidade do juízo divino que os aguarda (Judas 1:13).

Como Judas exorta os crentes a praticarem a misericórdia?
Resposta: Ele incentiva a misericórdia ao resgatar aqueles que têm dúvidas e a odiar até mesmo a roupa manchada pela carne, enfatizando a atitude compassiva na abordagem com outros (Judas 1:22-23).

O que Judas fala sobre a capacidade de Deus de nos guardar de tropeçar?
Resposta: Ele declara que Deus é capaz de nos guardar de tropeçar e nos apresentar sem mancha diante da Sua glória com grande alegria (Judas 1:24).

Como Judas descreve os falsos mestres em relação à luxúria e desrespeito pelas coisas espirituais?
Resposta: Eles são caracterizados como pessoas sensuais, zombadores das coisas espirituais, seguindo suas próprias paixões ímpias (Judas 1:16).

O que Judas destaca sobre a paciência dos crentes diante da segunda vinda de Jesus?
Resposta: Ele encoraja os crentes a terem paciência, aguardando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna (Judas 1:21).

Como Judas descreve os falsos mestres em relação à sua ganância desonesta?
Resposta: Ele os compara a pastores que buscam ganho desonesto, seguindo o caminho de Caim, agindo por ganância semelhante (Judas 1:11).

O que Judas destaca sobre a importância de se edificar na fé?
Resposta: Ele destaca a necessidade de os crentes se edificarem na fé mais santa, indicando a construção contínua de uma fundação espiritual sólida (Judas 1:20).

Como Judas descreve a atitude dos falsos mestres em relação à graça de Deus?
Resposta: Ele acusa os falsos mestres de transformarem a graça de Deus em libertinagem, revelando uma distorção e abuso da graça divina (Judas 1:4).

O que Judas menciona sobre a importância de lembrar das palavras dos apóstolos?
Resposta: Ele exorta os crentes a lembrarem-se das palavras dos apóstolos, destacando a importância da tradição e do ensinamento apostólico para a preservação da fé (Judas 1:17).

Como Judas se refere à intercessão de Jesus em relação ao juízo final?
Resposta: Ele menciona que Jesus virá com milhares de Seus santos para executar juízo sobre todos, destacando a autoridade divina na consumação final (Judas 1:14-15).

O que Judas aconselha em relação à firmeza diante dos falsos mestres?
Resposta: Ele aconselha os crentes a permanecerem firmes na fé entregue uma vez aos santos, indicando a necessidade de resistência contra influências prejudiciais (Judas 1:3).

Como Judas descreve a degradação dos falsos mestres em comparação com árvores sem frutos?
Resposta: Ele os compara a árvores sem frutos, duas vezes mortas, destacando a esterilidade espiritual e a falta de vida em suas ações (Judas 1:12).

O que Judas destaca sobre o papel do Espírito Santo na oração?
Resposta: Ele incentiva os crentes a orarem no Espírito Santo, indicando a importância da orientação divina no processo de comunicação com Deus (Judas 1:20).

Como Judas descreve a atitude dos falsos mestres em relação à autoridade espiritual?
Resposta: Ele os compara a nuvens sem água, sugerindo uma falta de substância espiritual e autoridade nas palavras e ações deles (Judas 1:12).

O que Judas diz sobre a apostasia dos falsos mestres em comparação com Coré?
Resposta: Ele os compara a Coré, sugerindo que estão em rebelião contra a autoridade divina, semelhante à revolta liderada por Coré no Antigo Testamento (Judas 1:11).

Como Judas caracteriza a intercessão de Jesus em relação à apresentação dos crentes diante de Deus?
Resposta: Ele destaca que Jesus é capaz de nos apresentar sem mancha diante da Sua glória com grande alegria, evidenciando a obra redentora e intercessora de Cristo (Judas 1:24).

O que Judas enfatiza sobre a necessidade de misericórdia diante dos que têm dúvidas?
Resposta: Ele incentiva a prática da misericórdia ao resgatar aqueles que têm dúvidas, demonstrando a importância da compaixão na abordagem com os irmãos vacilantes (Judas 1:22).

Como Judas descreve a conduta dos falsos mestres em relação à festa de fraternidade?
Resposta: Ele os caracteriza como participantes nas festas de fraternidade, sem temor, destacando uma atitude de desprezo pela santidade e reverência nas suas ações (Judas 1:12).

O que Judas diz sobre a necessidade de orar no Espírito Santo?
Resposta: Ele exorta os crentes a orarem no Espírito Santo, enfatizando a importância da conexão espiritual e da dependência divina no ato da oração (Judas 1:20).

Como Judas descreve a rebeldia dos falsos mestres em relação a Moisés?
Resposta: Ele os compara à rebelião de Coré contra Moisés, sugerindo uma resistência e desafio à autoridade divinamente estabelecida (Judas 1:11).

O que Judas destaca sobre a destruição reservada para os falsos mestres no juízo final?
Resposta: Ele profetiza sobre a escuridão das trevas para sempre, indicando a natureza eterna e irreversível da condenação que aguarda os falsos mestres (Judas 1:13).

Como Judas aconselha os crentes a reagirem diante dos falsos mestres que causam divisões?
Resposta: Ele encoraja a firmeza na fé, orando no Espírito Santo, e guardando-se no amor de Deus como uma resposta eficaz àqueles que causam divisões (Judas 1:20-21).

O que Judas fala sobre a paciência dos crentes enquanto aguardam a vida eterna?
Resposta: Ele destaca a necessidade de paciência, aguardando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna como uma esperança que fortalece os crentes (Judas 1:21).

Como Judas caracteriza a atitude dos falsos mestres em relação à murmuração?
Resposta: Ele os descreve como murmuradores, sugerindo uma disposição crítica e queixosa em contraste com uma atitude de gratidão e confiança nos planos divinos (Judas 1:16).

O que Judas fala sobre a condenação dos falsos mestres ser predita por antigos profetas?
Resposta: Ele afirma que a condenação deles foi predita há muito tempo por profetas, destacando a consistência da mensagem divina ao longo do tempo (Judas 1:4).

Como Judas destaca a importância da fé entregue uma vez aos santos?
Resposta: Ele aconselha os crentes a permanecerem firmes na fé que foi uma vez entregue aos santos, ressaltando a tradição e a autenticidade da doutrina cristã (Judas 1:3).

Comentários

Tradutor

3° trimestre 2024