Postagens

Mostrando postagens de março, 2024

A nova vida com Cristo por meio do Espírito

Imagem
Leitura Diária  Romanos 8.2  Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Romanos12.2  E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Reflexão A jornada espiritual descrita nas epístolas do Novo Testamento é uma fonte de inspiração e orientação para muitos. Em particular, os versículos de Romanos 8:2 e Romanos 12:2 oferecem uma visão poderosa da transformação que ocorre na vida de um indivíduo através do Espírito Santo. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Romanos 8:2 fala da libertação das amarras do pecado e da morte, proporcionada pela "lei do Espírito de vida em Cristo Jesus". Este versículo ressalta a nova vida que se inicia quando uma pessoa aceita Cristo; uma vida não mais dominada pela carne, mas vivida no Espírito, que é caracterizada pela paz e pela vida etern

Oração Temporã

“Por que clamas a mim?” (Êx 14.15). Pode chegar a ocasião quando esta pergunta tem de ser feita, mesmo a um homem como Moisés. Há um período quando clamar deveria ceder o lugar à ação; quando a oração é ouvida e o Mar Vermelho se abre, seria vergonhosa desobediência permanecer tremendo e orando. I. ÀS VEZES, A RESPOSTA SERÁ MUITO INSATISFATÓRIA 1. Porque fui educado para fazer assim. Alguns têm demonstrado total hipocrisia pela repetição de fórmulas de oração, aprendidas na infância. 2. Faz parte de minha religião. Esses tais oram como um dervixe dança ou um faquir mantém o braço erguido para o alto; nada sabem, porém, da realidade espiritual da oração (Mt 6.7). 3. Em minha mente, acho mais fácil fazer assim. Acha mesmo tudo mais fácil? Não se pode dar o caso de que suas orações formais escarneçam de Deus e, assim, aumentem seu pesado? Il 1.12. Ez 20.31). II. ÀS VEZES, A RESPOSTA REVELARÁ IGNORANCIA 1. Quando ela impede o arrependimento imediato. Em vez de deixar o pecado e lamentá-lo,

Pequena para um Cordeiro

“Cada um tomará para si um cordeiro, segundo a casa dos pais, um cordeiro para cada família. Mas, se a família for pequena para um cordeiro, então, convidará ele o seu vizinho mais próximo, conforme o número das almas; conforme o que cada um puder comer, por aí calculareis quantos bastem para o cordeiro” (Êx 12.3-4). O cordeiro devia ser comido inteiro, comido por todos, e comido de uma só vez. O Senhor Jesus deve ser recebido na alma, como seu alimento, e cada um do seu povo deve fazê-lo com um Cristo total, e neste instante. I. O TEXTO LEMBRA-NOS DE UM PRIVILÉGIO PRIMÁRIO 1. Que cada homem de Israel comeu a páscoa para si próprio; “conforme o que cada um puder comer”. Do mesmo modo nos alimentamos de Jesus, cada qual conforme seu apetite, capacidade e força para fazê-lo. 2. Mas essa mesma deliciosa refeição deve ser desfrutada por toda a família: “um cordeiro para cada família”. Que não se desprezem esses dois privilégios. Que nenhum homem esteja contente sem a salvação pessoal, nem

O Espírito Santo na estratégia missionária

Imagem
Leitura Diária  Atos 16 6 E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia. 7 E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito não lho permitiu. 8 E, tendo passado por Mísia, desceram a Trôade. 9 E Paulo teve de noite uma visão, em que se apresentou um homem da Macedônia, e lhe rogou, dizendo: Passa à Macedônia, e ajuda-nos. 10 E, logo depois desta visão, procuramos partir para a Macedônia, concluindo que o Senhor nos chamava para lhes anunciarmos o evangelho. Reflexão O Espírito Santo desempenha um papel crucial na estratégia missionária da igreja, conforme exemplificado em Atos 16.6-10. Neste trecho bíblico, vemos a direção do Espírito Santo na expansão do evangelho através de Paulo e Silas. Eles foram impedidos pelo Espírito de pregar na Ásia e foram direcionados para a Macedônia, demonstrando a importância da sensibilidade à orientação do Espírito em missões. Siga o canal “Leitura Diária da

José Abre os Celeiros

“José abriu todos os celeiros” (Gn 41.56). Observe a generosidade da providência em exaltar José para salvar a casa de Israel, sim, e o mundo inteiro, de morrer de fome. A seguir, note a grandeza da graça soberana em exaltar a Jesus para salvar o seu povo, é para ser a salvação de Deus até os confins da terra. José havia enchido de antemão os vastos celeiros, é nosso texto mostrá como ele usou o que fora armazenado – “José abriu todos os celeiros”. Quanto mais foi feito por Jesus: sermos participantes da sua graça! I. JOSÉ ABRIU OS CELEIROS POR AUTORIDADE REAL 1. Só por meio de José é que se podia aproximar do Rei (v.55). Assim também acontece com Jesus (Jo 14.6). 2. O rei ordenou que se obedecesse a José (v.55) (Jo 5.23). 3. Em toda a terra, ninguém podia abrir um celeiro, exceto José (Jo 3.35). II. JOSÉ ERA A PESSOA CERTA PARA ABRIR OS CELEIROS 1. Ele planejou os celeiros e foi apontado com justiça, para controla- los. Ver os versículos 33-36 e 38 (Hb 1.1-3). 2. Ele o fez numa escala

O chamado missionário sob a direção do Espírito

Imagem
Leitura Diária  Atos 13 1 E na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo. 2 E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. 3 Então, jejuando e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram. Reflexão O chamado missionário sob a direção do Espírito Atos 13.1-3 é um exemplo poderoso da orientação divina na expansão da igreja primitiva. Este trecho bíblico descreve como o Espírito Santo instruiu a igreja em Antioquia a separar Barnabé e Saulo para a obra missionária. Através deste ato, vemos a importância da sensibilidade ao Espírito na tomada de decisões e na execução do ministério. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI A passagem começa com a descrição dos profetas e mestres da igreja em Antioquia, destacando a diversidade de dons e chamados

Tenho Fartura

“Disse Esaú: Eu tenho muitos bens” (Disse Jacó:) “Tenho fartura” (Go 33.9,11). É tão raro quão agradável encontrarmo-nos com um homem que tenha fartura; a grande maioria está lutando por obter mais. Aqui vemos duas pessoas que estavam contentes. Dois irmãos de temperamento diferente, cada qual dizendo: “Tenho fartura”. Onde encontraremos dois irmãos como esses? I. EIS UM IMPIO QUE TEM FARTURA Pelo fato de Esaú ter outras falhas, não há necessidade de que esteja descontente e ávido: o contentamento é uma excelência moral, tanto quanto uma graça espiritual. Ele tem, porém, o seu lado mau. Tende a desprezar as riquezas espirituais. Pode, pois, ser um sinal de alguém ter a sua porção nesta vida. II. EIS UM HOMEM PIEDOSO QUE TEM FARTURA 1. É uma pena que isso não seja verdadeiro acerca de cada cristão. Alguns parecem ansiosos pelas coisas do mundo, embora professem estar separados dele. 2. É prazeroso ter fartura. O contentamento sobrepuja as riquezas. 3. É agradável ter algo sobressalente

Uma igreja capacitada pelo Espírito

Imagem
Leitura Diária  Atos 2 47 Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar. Reflexão Uma igreja capacitada pelo Espírito é aquela que reconhece a importância do Espírito Santo em todas as suas atividades. Ela entende que sem a orientação e o poder do Espírito, seus esforços são em vão. Uma igreja assim está sempre buscando a direção do Espírito em sua pregação, ensino e ministrações. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI O papel do Espírito Santo na igreja é vital. Ele é o consolador prometido por Jesus, aquele que nos guia em toda a verdade e nos capacita para servir. Uma igreja capacitada pelo Espírito é uma igreja viva, dinâmica e transformadora. Ela não se contenta com a rotina ou com o comodismo, mas está sempre se renovando e buscando formas de alcançar e impactar a comunidade ao seu redor. O Espírito Santo dá à igreja os dons necessários para cumprir sua missão e faz dela um in

Lutar com Deus

“Como príncipe lutaste com Deus” (Gn 32.28). Quando Jacó prevaleceu com Deus, não tinha mais motivo algum para temer a Esaú. Era o poder de um único indivíduo, revelado em momentos de profunda aflição: quão maior poder se encontrará onde dois ou três concordarem em oração! I. O QUE ESSE PODER NÃO PODE SER Não pode ser mágico. Alguns parecem imaginar que as orações são encantamentos, mas isso é inútil (Mr 6.7). Não pode ser louvável. Não pode ser independente. Deve ser dado pelo Senhor. II. DONDE PROCEDE ESSE PODER 1. Provém da natureza do Senhor: Sua bondade e ternura são excitadas pela visão de nossa tristeza e franqueza. Um soldado que estava prestes a matar uma criança, pôs de lado sua arma, quando o pequenino gritou: “Não me mate; sou tão pequeno”. 2. Procede da promessa de Deus. Em sua aliança, no evangelho e na Palavra, o Senhor se liga com grilhões àqueles que sabem como pleitear sua verdade e fidelidade. 3. Brota dos relacionamentos da graça. Um pai, certamente, ouvirá os próp

Apressando a Ló

“Ao amanhecer, apertaram os anjos com Ló” (Gn 19.15). Esses personagens eram anjos ou aparições divinas? Não importa: eram mensageiros enviados por Deus, para salvar. Em qualquer caso, eles nos ensinam como lidar com os homens, já que desejamos despertá-los e abençoá-los. Imaginem os dois anjos com as quatro mãos ocupadas em conduzir para fora a Ló, sua esposa e suas duas filhas. I. O JUSTO PRECISA SER APRESSADO 1. Em quê? Em questões de obediência a seu Senhor. Em sair do mundo (v.26). Em buscar o bem de sua família (v.12). 2. Por quê? A carne é fraca. Ló, sendo já velho, estava caracterizado demais pelo mundanismo. Sodoma exercia uma lenta influência. 3. Por quais meios? Lembrando-os de suas obrigações e oportunidades. Levando-os a considerar a rápida passagem do tempo e a brevidade da vida. Advertindo-os da ruína certa. II. OS PECADORES PRECISAM SER APRESSADOS 1. Os pecadores são muito indolentes e se inclinam a protelar. Eles se acomodam na Sodoma do pecado. Não creem em nossa

O derramamento do Espírito

Imagem
Leitura Diária  Atos 2 17 E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos sonharão sonhos; Reflexão O derramamento do Espírito é um conceito profundamente enraizado na teologia cristã, referindo-se à promessa de Deus de enviar Seu Espírito Santo para habitar dentro dos crentes, capacitando-os para viver uma vida que reflete os valores e ensinamentos de Jesus Cristo. Este evento é considerado um ponto de virada na vida do crente, marcando um momento de renovação e fortalecimento espiritual. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI Historicamente, o derramamento do Espírito tem sido associado com momentos significativos de avivamento na igreja, onde grupos de pessoas experimentaram uma profunda convicção de pecado seguida por uma transformação espiritual marcante. Esses movimentos muitas vezes resultaram em um aumento no comp

A especificidade da experiência pentecostal

Imagem
Leitura Diária  Atos 5 32 E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem. Reflexão A especificidade da experiência pentecostal reside na sua ênfase na ação direta e pessoal do Espírito Santo na vida do crente. Esta experiência é muitas vezes caracterizada por manifestações como falar em línguas, profecia e cura, que são vistas como sinais da presença e do poder do Espírito. No entanto, é importante notar que a experiência pentecostal não se limita a estes dons espirituais. Ela também se manifesta numa vida de santidade, serviço e compromisso com a missão de espalhar o evangelho. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI O movimento pentecostal tem suas raízes no início do século XX, com o reavivamento da Rua Azusa em Los Angeles, Califórnia. Desde então, espalhou-se globalmente e tem tido um impacto significativo no cristianismo contemporâneo. Uma das características distintivas do pentecostalismo é

A necessidade da experiência pentecostal

Imagem
Leitura Diária  Atos 1 4 E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que, disse ele, de mim ouvistes. Reflexão A necessidade da experiência pentecostal é um tema que tem ganhado destaque nas discussões teológicas contemporâneas. Este tópico aborda a importância da vivência e expressão do Espírito Santo na vida dos fiéis, enfatizando a relevância de uma espiritualidade ativa e dinâmica. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI No contexto pentecostal, a experiência com o Espírito Santo é vista como fundamental para uma vida cristã plena e autêntica. Acredita-se que essa experiência traz consigo dons espirituais, como falar em línguas, profecia e cura, que servem para edificar a igreja e confirmar a presença de Deus entre seu povo. Além disso, a experiência pentecostal é frequentemente associada a um despertar espiritual que leva à conversão, ao compromisso com a fé e ao envolvimento ativo na comunidad

As Escrituras como a base da pregação

Imagem
Leitura Diária  Atos 8 35 Então Filipe, abrindo a sua boca, e começando nesta Escritura, lhe anunciou a Jesus. Reflexão A pregação bíblica é uma arte que envolve transmitir a voz de Deus por meio da exposição fiel e sensível do texto sagrado. Vamos explorar essa fascinante interseção entre a fidelidade ao texto bíblico e a sensibilidade para o mundo moderno, desvendando os segredos por trás da pregação autêntica e do impacto transformador da Palavra de Deus. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI Parte 1: A Inspiração do Texto Bíblico A Bíblia é significativa porque é inspirada por Deus. Imagine um autor divino sussurrando palavras em ouvidos humanos, transmitindo verdades eternas por meio de mãos humanas que escrevem. Essa é a essência da inspiração das Escrituras. Quando um pregador se coloca diante da congregação com a Bíblia em mãos, ele não está simplesmente compartilhando suas próprias ideias; ele está transmitindo a voz de Deus. A inspiração divina está na b

A pregação como resposta a uma geração sem Deus

Imagem
Leitura Diária  Atos 2 40 E com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. Reflexão A pregação é uma resposta crucial para uma geração que muitas vezes se sente distante de Deus. Como base nas “Escrituras Sagradas”, a pregação visa promover mudanças comportamentais, transformando cada sermão em um discurso ético cristão. A própria Bíblia se apresenta como “viva e eficaz, como uma espada de dois gumes, que penetra até à divisão da alma e do espírito, separando juntas e medulas” (Hebreus 4:12). Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI Deus falou diretamente a Moisés no monte Horebe sobre ser o Deus das gerações: Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó (Êxodo 3:6). Uma geração deve ser referencial e modelo de vida e relacionamento com Deus para a próxima geração. Os olhos dos filhos estão voltados para o tipo de relacionamento que os pais têm com o Deus que adoram . A pregação, quando feita com sabedoria e amor, pode

Pregando a Cristo em todo tempo e lugar

Imagem
Leitura Diária  Atos 8 ⁵ E, descendo Filipe à cidade de Samaria lhes pregava a Cristo. Reflexão Como cristãos, temos a responsabilidade de proclamar o Evangelho de Jesus Cristo. Essa boa notícia bíblica é o poder de Deus para salvar todo aquele que crê. A pregação não se limita apenas às palavras; ela deve ser centrada na Bíblia e refletida em nossas vidas, ações e testemunho. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI A Bíblia nos encoraja a compartilhar a mensagem do Reino dos céus com todos ao nosso redor. Alguns são chamados para pregar em outras nações, enquanto outros são chamados para pregar em sua própria terra natal. Independentemente do contexto, devemos estar preparados para pregar a Palavra em todo o tempo e lugar. Romanos 10:14-17 nos diz: “Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: ‘Como são belos os

Perseverando em exortar com a Palavra de Deus

Imagem
Leitura Diária  1 Timóteo 4 13 Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. Reflexão A exortação na Bíblia é um chamado para que os irmãos permaneçam firmes na fé, “perseverando” em meio às dificuldades e tribulações. É um convite para que os cristãos vivam uma vida que honre a Deus, buscando sempre a santidade e a justiça. Além disso, a exortação é um incentivo para que os irmãos cresçam no amor, amando a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmos. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI A “perseverança” é fundamental para uma vida firme com Jesus. Ela significa persistir em seguir Jesus, mesmo enfrentando muitas dificuldades. Seguir Jesus nem sempre é fácil, mas se perseverarmos, receberemos a recompensa de Deus. Perseverar também envolve persistir em fazer o bem, independentemente das circunstâncias, por amor a Deus. A Bíblia nos ensina sobre a importância da perseverança: – Em Tiago 1:3, lemos: “Pois vocês sabem que a prova da sua fé produ

A disposição em ensinar a Palavra de Deus

Imagem
Leitura Diária  Mateus 5 1 E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; 2 E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo: Reflexão O dom do ensino e a disposição em ensinar a **Palavra de Deus**. O dom do ensino é uma capacidade divina que envolve entender, explicar claramente e aplicar a Palavra de Deus, de forma que a vida dos ouvintes se torne mais semelhante à de Cristo. É uma habilidade valiosa para aqueles que desejam compartilhar o conhecimento e os princípios bíblicos com outros. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI Quando alguém tem o dom do ensino, essa pessoa é capaz de transmitir as verdades espirituais de maneira clara e relevante. Ela não apenas compartilha informações, mas também ajuda os outros a aplicar esses princípios em suas vidas diárias. O ensino eficaz da Palavra de Deus pode levar à transformação pessoal e ao crescimento espiritual.   Se você deseja desenvolver esse dom, aqui estão alg

Os israelitas acampam em Cades-Barnéia e enviam espias para a Terra Prometida. (NÚMEROS 13-14)

I. A Infiltração dos Espias (Números 13.1-25) A. Os nomes dos homens (Números 13.1-16):  Doze homens são escolhidos para espiar a terra de Canaã, a Terra Prometida. Entre eles estavam Calebe, da tribo de Judá, e Josué, da tribo de Efraim. B. A natureza da missão (Números 13.1 7-25):  Moisés os instrui a fazer duas coisas: 1. Descobrir como eram seus habitantes (Números 13.1 7-19). 2. Trazer consigo amostras da colheita da terra (Números 13.20-25). II. A Lamentação do Povo (Números 13.26-33-14.10) A. O relato dos espias (Números 13.26-33; 14.6-10) 1. O relato incrédulo de dez deles (Números 13.26-33):  “O povo que habita nessa terra é poderoso, e as cidades são fortificadas e mui grandes… também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque…; éramos aos nossos próprios olhos como gafanhotos; e assim também o éramos aos seus olhos”. 2. O relato fiel de dois deles (Números 14.6-10):  “A terra, pela qual passamos para espiar, é terra muitíssimo boa. Se o Senhor se agradar de nós, entã

A proclamação da Palavra de Deus

Imagem
Leitura Diária  Mateus 4 23 E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. Reflexão **A proclamação da Palavra de Deus** é um gesto sacramental e um momento significativo nas celebrações litúrgicas. Quando proclamamos um texto da Sagrada Escritura, estamos anunciando e acolhendo o próprio Senhor. A Palavra de Deus é viva, eficaz e tem valor permanente, tornando-se um meio privilegiado de encontro com Deus. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI Na Liturgia da Palavra, o leitor empresta sua voz para que Deus fale. Portanto, a leitura deve ser **proclamada**, não apenas lida. A proclamação exige uma preparação espiritual, calma e prontidão de alma. É o momento em que a Palavra de Deus se torna presente e eficaz para a comunidade reunida. O ministério da proclamação da Palavra é uma função ministerial, não presidencial. As leituras são proclamadas por um leitor,

O Sinal Vindo do Céu (Números 10.11 -12)

I. “Ora, aconteceu, no ano segundo, no segundo mês, aos vinte do mês, que a nuvem se alçou de sobre o tabernáculo da congregação”, o que significava que os israelitas deveriam andar novamente.  II. O Desmonte das Tendas (Números 10.13-28):  As doze tribos seguem a coluna de nuvem.  III. O Pedido de Moisés (Números 10.29-32):  Moisés tenta assegurar os serviços de seu cunhado como guia através do deserto.  IV. A Segurança da Nuvem (Números 10.33-36):  Cada vez que a Arca é erguida para seguir a nuvem, Moises diz; “Levanta-te, Senhor, e dissipados sejam os teus inimigos, e fujam diante de ti os que te odeiam”. E cada vez que a nuvem para e a arca é baixada: “Volta, ó Senhor, para os muitos milhares de Israel”. V. As Canções durante o Caminho (Números 11-12) A. A rebeldia e a punição de Israel (Números 11.1-9, 31-35) 1. Primeira ocorrência (Números 11.1-3):  Fogo desce sobre alguns israelitas que se queixam de Deus sobre um lugar que mais tarde se chamará Tabera. 2. Segunda ocorrência (Nú

A restituição de Israel (Moisés e o Tabernáculo)

o restaurar da comunhão A. As estatísticas acerca do Tabernáculo (Êxodo 25.9; 26.30):  Deus dá a Moisés os detalhes exatos para a construção do Tabernáculo 1.As dádivas (Êxodo 25.1-8; 35.4-29; 36.5-7; Números 7.1-89):  Deus dá a Moisés uma lista de dádivas aceitáveis para o Tabernáculo: ouro, prata, linho fino etc. Ele também descreve o perfil correto do contribuinte: “todo homem cujo coração se mover voluntariamente”. Números 7 descreve as dádivas apresentadas pelos 12 líderes das tribos durante um período de 12 dias. 2. Os materiais (Êxodo 26.1; 27.10; 30.18; 35.7):  O Tabernáculo deve ser construído de prata, bronze, linho fino e peles de animais. 3. Os artesãos (Êxodo 31.1-11; 35.30-35; 36.1-4):  Bezaleel, da tribo de judá, e Aoliabe, da tribo de Dã, são designados para supervisionar a construção do Tabernáculo. 4. O átrio (Êxodo 27.9-15, 18; 38.9-1 7):  A área do Tabernáculo deve ter aproximadamente 50 m de comprimento, 25 m de largura e 2,5 m de altura (muros). 5. A entrada (Êxod

Louvando a Deus de maneira sincera e de todo o coração

Imagem
Leitura Diária  Efésios 5 18 E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito; 19 Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração; 20 Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo Reflexão Como cristãos, somos chamados a louvar a Deus de maneira sincera e de todo o coração, conforme nos ensina o apóstolo Paulo em Efésios 5.18-20: “E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito; falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração; dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo”. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI Neste texto, Paulo nos mostra que o louvor a Deus é uma expressão da plenitude do Espírito Santo em nossas vidas, e que devemos fazê-lo com alegria, gratidão e reverência. O louvor a Deus nã

A Prostituição de Israel (Moisés e o Bezerro de Ouro)

a destruição da comunhão (Êxodo 32.1-35; 33.1-23; 34.1-35) A. A dor  (Êxodo 32.1-35; 33.1-6) 1. A perversão — Israel (Êxodo 32.1-8):  Enquanto Moisés estava no monte Sinai, o povo pressionou Arão a fazer a imagem de um bezerro de ouro. Então eles a adoraram e permitiram-se um culto pagão. 2. As orações — Israel (Êxodo 32.9-14, 30-34):  Moisés suplica pelo povo diante de Deus, fazendo-o lembrar sua aliança com Abraão. Assim Deus não destrói Israel. 3. A punição — Israel (Êxodo 32.15-29, 35):  Moisés desce do monte e vê a idolatria e a imoralidade entre os israelitas. Ele quebra as tábuas que continham os Dez Mandamentos, derrete o bezerro de ouro e o reduz a pó, mistura com água e força o povo a beber dele. Moisés repreende Arão e ordena que os levitas matem os 3 mil principais causadores do problema. 4. A promessa — Israel (Êxodo 33.1-6):  Deus enviará um anjo para derrotar os inimigos de Israel, mas não irá com eles.  B. A glória  (Êxodo 33.7-23; 34.1-35)  1. A graça de Deus (Êxodo 33

As Escrituras como base do verdadeiro culto cristão

Imagem
Leitura Diária  1 Timóteo 4 13 Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. Reflexão O apóstolo Paulo, em sua primeira carta a Timóteo, seu filho na fé, dá-lhe instruções sobre como conduzir o ministério pastoral na igreja de Éfeso. Entre essas instruções, encontramos uma exortação sobre a importância de se dedicar à leitura, à exortação e ao ensino das Escrituras (1 Timóteo 4.13). Essas três atividades estão intimamente relacionadas ao verdadeiro culto cristão, pois revelam o valor que damos à Palavra de Deus e à sua autoridade sobre a nossa vida e fé. Siga o canal “Leitura Diária da EBD” no WhatsApp: CLIC AQUI A leitura das Escrituras é o primeiro passo para conhecer a vontade de Deus e obedecê-la. A Bíblia é a revelação especial de Deus aos homens, inspirada pelo Espírito Santo e útil para o ensino, a repreensão, a correção e a educação na justiça (2 Timóteo 3.16). Por meio dela, Deus fala conosco e nos mostra o seu plano de salvação em Cristo Jesus. A leitura das Escrituras d

A Constituição de Israel (Moisés e a Lei de Deus)

os requisitos para a comunhão (Êxodo 18.1-31.18)  A. As circunstâncias que antecederam a constituição (Êxodo 18.1 -19.25)   1. A recepção de Moisés (Êxodo 18.1-12):  Moisés encontra-se com sua mulher, Zípora, seus filhos, Gérson e Eliézer, e seu sogro, Jetro. Ele relata como Deus conduziu o povo para fora do Egito. 2. A sabedoria de Jetro (Êxodo 18.13-27):  Jetro sugere que Moisés designe homens hábeis para atuarem como juizes, uma vez que surgem várias contendas entre o povo. 3. As maravilhas de Deus (Êxodo 19.1-25) a. As palavras de Deus no monte Sinai (Êxodo 19.1-15):  Enquanto Israel está acampado aos pés do monte Sinai, Moisés sobe ao monte e é instruído a informar o povo de que o próprio Deus os visitará na forma de uma nuvem escura ao fim de três dias. Por isso, todo o povo deve purificar-se para este encontro. b. Os feitos de Deus no monte Sinai (Êxodo 19.16-25):  O Senhor aparece, acompanhado de trovões, relâmpagos e forte clangor de trombetas. O monte Sinai é logo coberto por

Tradutor

3° trimestre 2024