Pular para o conteúdo principal

ESCOLA-EBD.COM

José Abre os Celeiros

“José abriu todos os celeiros” (Gn 41.56).
Observe a generosidade da providência em exaltar José para salvar a casa de Israel, sim, e o mundo inteiro, de morrer de fome. A seguir, note a grandeza da graça soberana em exaltar a Jesus para salvar o seu povo, é para ser a salvação de Deus até os confins da terra.
José havia enchido de antemão os vastos celeiros, é nosso texto mostrá como ele usou o que fora armazenado – “José abriu todos os celeiros”. Quanto mais foi feito por Jesus: sermos participantes da sua graça!
I. JOSÉ ABRIU OS CELEIROS POR AUTORIDADE REAL
1. Só por meio de José é que se podia aproximar do Rei (v.55). Assim também acontece com Jesus (Jo 14.6).
2. O rei ordenou que se obedecesse a José (v.55) (Jo 5.23).
3. Em toda a terra, ninguém podia abrir um celeiro, exceto José (Jo 3.35).
II. JOSÉ ERA A PESSOA CERTA PARA ABRIR OS CELEIROS
1. Ele planejou os celeiros e foi apontado com justiça, para controla- los. Ver os versículos 33-36 e 38 (Hb 1.1-3).
2. Ele o fez numa escala nobre (v.49).
3. Teve sabedoria para distribuir bem. Traça-se facilmente aqui um paralelo, porquanto nosso Senhor é aquele Mordomo, um dentre mil, que proveu para a fome de nossa alma (CI 1.19; Jo 1.16).
III. JOSÉ, REALMENTE, ABRIU OS CELEIROS
1. Com essa finalidade os enchera. A graça existe para ser desfrutada.
2. Ele os abriu no tempo certo (v.55-56).
3. Ele os manteve abertos, enquanto durou a fome. Nunca se fecharam, enquanto se aproximou um solicitante faminto.
IV. JOSÉ ABRIU OS CELEIROS A TODOS QUANTOS VINHAM
1. Muitos vinham de longe, em busca de alimento (v.57).
2. Não se sabe de ninguém que tenha sido despedido vazio. José, porém, apenas vendia, ao passo que Jesus dá de graça. Quer vir a ele em busca de pão celestial?
William Bridge disse: “Em Jesus Cristo há o suficiente para servir a todos nós. Se dois, seis ou vinte homens estão com sede e vão beber de uma garrafa, enquanto um está bebendo, os demais sentem inveja, porque pensam que não haverá o bastante para eles também; mas se uma centena estiver com sede, e rodos forem ao rio, enquanto um está bebendo, os demais não sentem inveja, porque há o suficiente para todos”.
“Todas as bênçãos espirituais por meio das quais a Igreja é enriquecida, estão em Cristo e são concedidas por Cristo. O apóstolo cita algumas das mais escolhidas em Efésios 1.3. Nossa eleição é determinada por ele (v.4). Nossa adoção é por ele (v.5). Nossa redenção e remissão de pecados são ambas, mediante ele. Todas as transações graciosas entre Deus e o seu povo realizam- se através de Cristo. Deus nos ama por meio de Cristo; ele ouve as nossas orações, mediante Cristo; ele nos perdoa todos os pecados, por meio de Cristo.
“Mediante Cristo, ele nos justifica; mediante Cristo, ele nos santifica: mediante Cristo, ele nos sustém; mediante Cristo, ele nos aperfeiçoa. Todas as suas relações conosco são por meio de Cristo; rudo o que temos vem de Cristos cudo o que esperamos ter, depende dele. Ele é a dobradiça de ouro sobre a qual gira a nossa salvação” (Ralph Robinson).

fonte: Esboços bíblicos volume 1 charles h spurgeon
  • Autores do blog: Ivaldo Fernandes
  • Título: José Abre os Celeiros
  • Last updated: 

Comentários