Postagens

Mostrando postagens de abril, 2024

A realidade bíblica da Carne como inimiga da jornada

Imagem
  Leitura Diária  Gálatas 5. 19 Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, Gálatas 6. 8 Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. Reflexão A dualidade entre a carne e o espírito é um tema recorrente na teologia cristã, especialmente no contexto das epístolas do Novo Testamento. Em Gálatas 5:19-21, o apóstolo Paulo descreve as "obras da carne" como manifestações que são contrárias à vontade de Deus e ao fruto do Espírito. Ele lista uma série de comportamentos e atitudes, como imoralidade sexual, idolatria, ódio e inveja, que são considerados incompatíveis com a vida que agrada a Deus. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Por outro lado, em Gálatas 6:8, Paulo contrasta os resultados de viver segundo a carne com os de viver segundo o Espírito. Aqueles que "semeiam para a sua carne" colherão "

esboço para culto de missões

A Importância das Missões na Grande Comissão: Jesus instrui seus discípulos a espalhar o evangelho pelo mundo (Mateus 28:19-20). Paulo viaja extensivamente para disseminar o evangelho em diferentes regiões (Atos 13:47). O Espírito Santo capacita os crentes para testemunhar até os confins da terra (Atos 1:8). O Chamado Individual para as Missões: Deus chama Moisés para libertar seu povo do Egito (Êxodo 3:10). Isaías responde ao chamado de Deus, dizendo “Eis-me aqui, envia-me a mim” (Isaías 6:8). Paulo é escolhido como instrumento para levar o evangelho aos gentios (Atos 9:15). A Preparação para as Missões: Moisés é treinado no deserto antes de liderar os israelitas (Êxodo 2:15). Os discípulos passam tempo com Jesus antes de serem enviados (Mateus 10:1-4). Paulo é instruído na Lei sob Gamaliel antes de sua conversão (Atos 22:3). Os Desafios das Missões: Paulo enfrenta perseguição e prisão por pregar o evangelho (2 Timóteo 4:6-8). Os discípulos encontram resistência e hostilidade ao espal

As Bênçãos da Vida Familiar Abençoada por Deus

O Salmo 128 fala sobre as bênçãos de temer ao Senhor e viver em conformidade com seus mandamentos, especialmente no contexto da vida familiar. Autoria e Data: O Salmo 128 é um dos Salmos atribuídos a Davi, rei de Israel, mas não há uma data específica de sua composição. Destinatário: Este salmo é dirigido aos adoradores de Deus, particularmente aos que fazem parte do povo de Israel, enfatizando a importância da vida familiar abençoada por Deus. Propósito: O propósito do Salmo 128 é encorajar os crentes a temer ao Senhor e a viverem em integridade, prometendo as bênçãos que acompanham aqueles que o fazem, especialmente em relação à família. Conteúdo (Síntese/Resumo): O Salmo 128 começa com uma declaração de bem-aventurança para aqueles que temem ao Senhor e andam em seus caminhos. Ele descreve as bênçãos que vêm sobre a vida daqueles que vivem em temor do Senhor, incluindo prosperidade, paz e felicidade familiar. O salmo termina com uma bênção sacerdotal sobre os que temem ao Senhor. Es

Como tentador, o Diabo atua para desestabilizar o crente

Imagem
Leitura Diária  Mateus 4. 1 Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. 2 E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; 3 E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. 4 Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. 5 Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, 6 E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra. 7 Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus. 8 Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. 9 E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. 10 Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satan

Comunhão Quíntupla

Fm 1. Com unhão no serviço: Paulo, Timóteo e Filemom estavam envolvidos no mesmo ministério. Para que o ministério no evangelho seja frutífero, todos devem estar unidos em comunhão. 2 .Com unhão na família (v. 2): Paulo menciona Áfia e a reunião na sua casa. Todos os renascidos formam a família de Deus. 3. Com unhão na luta (v. 2): “Arquipo, nosso companheiro de lutas”. O s filhos de Deus não são apenas unidos com o membros uns dos outros, mas também com o companheiros nas batalhas do evangelho (Fp 1.27; 4.2-3). Tanto nas lutas exteriores com o nas lutas interiores (C l 5.17; Rm 8.37). 4. Com unhão na fé (v. 6): Todos os crentes participam em oração das necessidades de outros (At 4.24). 5 .Com unhão no sofrimento (v. 23): Paulo e Epafras eram prisioneiros por causa de Jesus. Seis vezes Paulo menciona os seus sofrimentos (v. 1,9, 10,13,22-23). Participar no sofrimento traz uma grande consolação (2Tm 1.16). Apenas quem aqui participa dos sofrimentos, um dia, lá em cima, participará das a

A realidade bíblica do Inimigo de nossas almas

Imagem
  Leitura Diária  Mateus 13. 39 O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos. Lucas 11. 18 E, se também Satanás está dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino? Pois dizeis que eu expulso os demônios por Belzebu. Reflexão A compreensão do mal e da figura do Inimigo é um tema recorrente na teologia cristã, e os textos bíblicos são frequentemente consultados para buscar entendimento sobre essas questões. Mateus 13:39 e Lucas 11:18 são dois versículos que abordam a natureza do mal e a figura do Inimigo, ou Diabo, na tradição cristã. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Mateus 13:39 é parte da explicação que Jesus dá sobre a parábola do joio e do trigo, onde Ele identifica o Inimigo como o diabo, aquele que semeia o mal no mundo. O versículo sugere uma visão escatológica, onde o fim dos tempos é representado pela ceifa, e os anjos são os ceifeiros encarregados de separar o bem do mal. Lucas 11:18, po

A transformação do pecador

Tt 3 .5 1. Como somos transformados? a. Pela benignidade e misericórdia de Deus (Tt 3.4-5). b. Pela manifestação da graça de Deus (Tt 2.11). c. Não por nossas obras (Tt 3.5; Ef 2.9). d. Pelo novo nascimento (Tt 3.5; Jo 3.5-7). e. Pelo poder renovador do Espírito Santo (Tt 3.5; At 2.38). f. Pela justificação através da graça (Tt 3.7; Rm 5.2). 2. A bênção da transformação: a. O crente tem a certeza da esperança da glória (Tt 3.7; Rm 5.1-2). b. Ele é um herdeiro de Deus e coerdeiro com Cristo (Tt 3.7; Rm 8.17). 3. A vida dos transformados: a. Ativa na prática de boas obras (Tt 3.8; 2.14). b. Abstém-se do pecado (Tt 2.12). O que não é a conversão Tt 3 .5 1. Não é simplesmente uma confissão de lábios (Ez 33.31-32). 2. Não é simplesmente o batismo. Simão também foi batizado (At 8.13-23). 3. Não é simplesmente moral, pois os fariseus eram moralistas (Lc 18.9-13). 4. Não é simplesmente uma forma de religiosidade (2Tm 3.5). 5. Não é simplesmente ficar impressionado (At 24.25; 26.28). 6. Não é r

Santificação na Vida Cristã em 10 Esboço

Esboço 1: A Importância da Santificação na Vida Cristã Definição de Santificação Referências: 1 Tessalonicenses 4:3, Hebreus 12:14, 1 Pedro 1:15-16 O Chamado à Santidade Referências: Levítico 11:44, Efésios 1:4, 1 João 3:3 A Santificação pela Palavra de Deus Referências: João 17:17, Efésios 5:26, 2 Timóteo 3:16-17 A Santificação pelo Espírito Santo Referências: Romanos 15:16, 1 Coríntios 6:11, 2 Tessalonicenses 2:13 O Processo de Santificação Referências: Filipenses 1:6, Filipenses 2:12-13, 1 Tessalonicenses 5:23 A Luta Contra a Impureza Referências: 1 Pedro 2:11, Tiago 1:27, 2 Coríntios 7:1 Os Frutos da Santificação Referências: Gálatas 5:22-23, Hebreus 12:11, Tiago 3:17 Esboço 2: O Processo de Santificação A Iniciação da Santificação Referências: 2 Coríntios 5:17, Romanos 6:4, Colossenses 3:10-11 A Renovação da Mente Referências: Romanos 12:2, Efésios 4:23, Colossenses 3:2 A Obediência à Palavra de Deus Referências: Deuteronômio 8:3, Mateus 4:4, Lucas 11:28 A Crucificação da Carne Re

Nós aguardamos o Senhor

Tt 2.13 1. Aguardamos a volta de Cristo (Tt 2.13). 2. Vigiamos com o corpo cingido (Lc 12.35-48). 3. Vigiamos com as lâmpadas acesas (Mt 25.6-10). 4. Almejamos em ser transformados na sua imagem (Fp 3.21). 5. Amamos a sua vinda (2Tm 4.8). 6.Trabalhamos até que ele volte (Lc 19.13). 7. Aguardamos a sua volta em santificação (1Ts 5.23). 8. Anunciamos o seu retorno na Ceia (1 Co 11.26). A volta de Cristo Tt 2.13 1. Peça ao Pai pela sua volta (M t 6.10; Ap 22.20). 2.Creia firmemente, conte com a sua volta (1Ts 4.14-18). 3. Espere pela sua volta (M t 25.5), não durma (Tt 2.13). 4. Ame a sua volta (2Tm 4.8). 5. Apresse a sua volta (2Pe 3.12). 6. Cuide para não ser envergonhado na sua volta (IJo 2.28). 7. Anuncie a sua volta (2Tm 4.2). Coisas exemplares Tt 2.13 1. A conversão: tudo se faz novo (2Co 5.17). 2 .0 cristão: enriquecido em tudo (1Co 1.5-7). 3. A igreja: provada em serviço e perseguição (1Ts 1). 4 .0 pregador exemplar (1Tm 4.12-16; 2Tm 4.2-5). 5 .0 ganhador de almas (1Ts 2.19; 3). 6

Remindo o tempo ao longo da caminhada

Imagem
Leitura Diária  Colossenses 4. 5 Andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo. Reflexão A passagem bíblica de Colossenses 4:5 nos convida a uma reflexão profunda sobre como devemos conduzir nossas vidas, especialmente em relação ao tempo e às interações com aqueles que não compartilham da mesma fé. O apóstolo Paulo, autor da carta aos Colossenses, aconselha: "Sejam sábios no procedimento para com os de fora; aproveitem ao máximo todas as oportunidades." Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Este versículo sugere uma abordagem consciente e intencional da vida, onde cada momento é precioso e deve ser vivido com sabedoria. A sabedoria mencionada por Paulo não é apenas intelectual, mas também prática, aplicada no dia a dia e nas relações interpessoais. Ele encoraja os crentes a se comportarem de maneira que honre seus valores e crenças, mesmo na presença daqueles que podem não entender ou aceitar sua fé. Além disso, "remi

Os falsos mestres

Tt 1 . 1 1 Diante de falsos mestres e falsas doutrinas, nós, como crentes comprometidos com a verdade, devemos: 1. Discernir os falsos mestres (Rm 16.17). 2. Fazer calar os falsos mestres (Tt 1.11,13). 3. Fechar as portas para os falsos mestres (2jo 10). 4. Provar os espíritos (Ijo 4.1-6). 5. Lutar pela verdade (Jd 3-4). Sete coisas maravilhosas em Tt 2 .11-14 1.A aparição maravilhosa: a graça salvadora (v. 11). 2 .0 Deus m aravilhoso: o grande D eus e Salvador (v. 13). 3. A dádiva maravilhosa: ele deu-se a si mesm o (v. 14). 4. Uma obra maravilhosa: a fim de remir-nos (v. 14). 5. Um povo maravilhoso: purificado e zeloso de boas obras (v. 14). 6. Um futuro maravilhoso: podem os esperar a sua volta (v. 13). 7. Uma vida maravilhosa: sensata, justa e piedosa (v. 12). Características dos filhos de Deus Tt 2 .1 0 Os filhos de Deus são caracterizados… 1. Por uma fé viva e não morta (Tg 2.18). 2. Pelas boas obras (Tg 3.13). 3. Por participar das necessidades de outros (Hb 13.3). 4. Por consag

Não podemos trilhar o caminho dos néscios na jornada

Imagem
  Leitura Diária  Efésios 2. 2 Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência; 3 Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Reflexão A vida é uma jornada cheia de escolhas e caminhos. Alguns desses caminhos podem ser sábios e outros, não tão sábios. A sabedoria é um tema central em muitas tradições religiosas e filosóficas, e é frequentemente vista como a chave para uma vida bem vivida. No contexto cristão, a sabedoria é frequentemente associada com a vida de acordo com os ensinamentos de Jesus e as escrituras. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Efésios 2:2-3 é um trecho da Bíblia que fala sobre o caminho que as pessoas costumavam seguir antes de viverem de acordo com os ensinamentos cristãos. O texto mencion

Pregue a Palavra

2Tm 4.2 1. Nós fomos designados para isso (Ap 22.17; 1Tm 4.6; At 1.8). 2. Faça da melhor maneira (2Tm 2.15; Tt 2.7-8). 3. Faça na confiança do Espírito Santo (1Co 2.4). 4. Anuncie somente a Jesus Cristo (Gl 1.8). 5. Anuncie toda a Palavra (2Tm 4.2). 6. Pregue a Cristo como crucificado (1Co 2.2-5). 7. Faça lembrar da sua volta (2Pe 1.16). Prega a palavra 2Tm 4 .2 1. Ela é vida (Fp 2.16). 2. Ela vivifica (SI 119.25,93). 3. Ela é poderosa (Rm 1.16). 4. Ela é eterna (1 Pe 1.25). 5. Ela é eficaz (Hb 4.12). 6. Ela julga (Jo 12.48). 7. Ela traz resultados (Js 1.8). 8. Ela fortalece (SI 119.28). Timóteo 2Tm 4 .5 Timóteo foi um servo de Deus exemplar: 1. É chamado de homem de Deus (1Tm 6.11; 2Tm 3.17). 2. Paulo o chama de bom ministro de Cristo (1Tm 4.6). 3. Foi um evangelista abençoado (2Tm 4.5). 4. Foi um bom soldado de Cristo (2Tm 2.3-4). 5. Foi uma pessoa desprendida (Fp 2.20-21). 6. Foi um obreiro aprovado (2Tm 2.15; Fp 2.22). Uma bonita comparação 2Tm 4.8 A Bíblia compara os cristãos com

A necessidade da prudência na caminhada

Imagem
  Leitura Diária  Provérbios 9. 9 Dá instrução ao sábio, e ele se fará mais sábio; ensina o justo e ele aumentará em entendimento. 10 O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência. Reflexão A sabedoria é um tema recorrente em muitas culturas e tradições, e na literatura bíblica, ela ocupa um lugar de destaque. Provérbios 9:9-10 nos oferece uma perspectiva valiosa sobre a importância da sabedoria e da prudência na vida cotidiana. O texto diz: "Instrua o sábio, e ele se tornará ainda mais sábio; ensine o justo, e ele aumentará seu aprendizado. O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência". Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Esses versículos destacam que a sabedoria não é estática; ela cresce e se desenvolve com a instrução e o aprendizado contínuos. Mesmo aqueles considerados sábios podem se beneficiar de mais conhecimento e compreensão. Isso sugere uma jornada de apr

Vários tipos de vasos

2Tm 2.21 1. Vasos vazios para o Senhor encher (2Rs 4.3). 2. Vasos puros para o Senhor usar (Is 66.20; M t 23.25). 3. Vasos escolhidos para o serviço do Senhor (Is 6.6-8; At 9.15). 4. Vasos santos e úteis para o Senhor (2Tm 2.21). 5. Vasos de barro com um conteúdo precioso (2Co 4.7; M t 13.44). 6. Vasos especiais para glorificar a Deus (Rm 9.23). 7. Vasos de ira reservados para o julgamento (Rm 9.22).

A jornada espiritual semelhante à de um atleta

Imagem
  Leitura Diária  1 Coríntios 9. 24 Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. 25 E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, uma incorruptível. 26 Pois eu assim corro, não como a coisa incerta; assim combato, não como batendo no ar. 27 Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado. Reflexão A passagem bíblica de 1 Coríntios 9.24-27 oferece uma poderosa analogia entre a disciplina de um atleta e a jornada espiritual de um cristão. O apóstolo Paulo usa a metáfora de uma corrida para ilustrar a dedicação necessária para alcançar a recompensa eterna. Assim como um atleta treina com rigor e foco para ganhar uma coroa perecível, os seguidores de Cristo são chamados a exercer autocontrole e perseverança em busca de uma coroa imperecível. Siga o canal &q

Oito indicações para um servo de Cristo

2 Tm 2 Ele deve: 1. Fortificar-se na graça (v. 1). 2. Estar pronto para passar por duras provações (v. 3). 3. Manejar bem a Palavra (v. 15). 4. Evitar falatórios inúteis e profanos (v. 16). 5. Fugir das paixões da mocidade (v. 22). 6. Repelir questões que causam contendas (v. 23). 7. Ser brando, apto para ensinar e paciente (v. 24). 8. Praticar a justiça, a fé e o amor (v. 22).

Fazendo a vontade do Pai na caminhada

Imagem
Leitura Diária  João 4. 34 Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra. João 6. 38 Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. João 17. 4 Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer. Reflexão A jornada da fé e a busca pela realização da vontade divina são temas centrais na vida de muitos crentes. As passagens bíblicas de João 4.34, 6.38 e 17.4 refletem profundamente sobre a missão de Jesus Cristo e seu compromisso inabalável em cumprir a vontade de Deus, o Pai. Esses versículos destacam a importância de seguir o exemplo de Cristo, buscando não apenas entender a vontade de Deus, mas também agir de acordo com essa compreensão em nossa caminhada diária. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI João 4.34 diz: "Jesus disse-lhes: 'A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra.'" Este vers

O cristão, um soldado

2Tm 2.1-6 I. Suas características são: a. Obediência total ao seu superior (Js 1.16). b. Prontidão para o sofrimento (2Tm 2.3; 1.8). c. Bem equipado (Ef 6.10-17). d. Combatente do bom combate (1Tm 6.12). e. Sem envolvimento em negócios desta vida (v. 4). 2. A recompensa do guerreiro: a. Depois da luta (Fp 3.8-14; 2Tm 4.7-8; Ap 2.10). b. Em relação à eternidade (2Co 5.1-9; Jo 14.1-4; Ap 22.1-6). Soldados de Davi 2Tm 2.3 De várias maneiras os soldados de Davi ilustram os soldados de Cristo que devemos ser. Eles eram: 1. Corajosos e dedicados ao rei (IC r 11.15-20). 2. Consagrados e cheios do Espírito (1Cr 12.16-18). 3. Prontos a arriscar suas vidas (Gn 14.14-16; Rm 16.4). 4. Escolhidos e dispostos a renunciar a tudo (Jz 7.7). 5. Voluntários e fiéis até a morte (2Sm 15.19-22). 6. Desprendidos: repartiram com outros o despojo (1Sm 30.23-25). 7. Solidários ajudando aos feridos (1Sm 30.11-15). Os soldados de Cristo têm todas estas qualidades (2Tm 2.3; 4.7-8).

O Senhor Jesus como nosso modelo de vida

Imagem
  Leitura Diária  João 13. 15 Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. Reflexão A passagem bíblica de João 13:15 é um convite à reflexão sobre o exemplo de vida que Jesus Cristo nos deixou. "Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também." Este versículo é parte de um contexto maior onde Jesus, durante a Última Ceia, lava os pés dos discípulos, demonstrando humildade e serviço. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Este ato de Jesus não é apenas um ritual ou uma lição de moral, mas uma orientação prática de como viver. Ele, sendo Mestre e Senhor, escolheu servir aos outros, colocando-se em posição de servo. Isso desafia os padrões de poder e autoridade frequentemente observados na sociedade, onde muitas vezes aqueles em posições elevadas esperam ser servidos. Ao considerar Jesus como nosso modelo de vida, somos chamados a adotar uma postura de serviço e amor ao próximo. Isso implica e

O testemunho de um prisioneiro

2Tm 1.8 -1 0 Seu tema é a grande salvação de Deus. 1. A salvação vem do poder de Deus (v. 8; Rm 1.16). 2. Foi dada a nós através de Cristo. 3. Não vem das nossas obras. 4. É uma dádiva segundo o propósito de Deus. 5. Foi manifestada através do aparecimento de Cristo. 6. Destrói a morte. 7.Traz vida e imortalidade.

Os ensinos de demônios

Os demônios são muito numerosos e se manifestam nas religiões ocultistas e seitas, e até nos grupos de crentes que não conseguem distinguir os espíritos. 1. Relacionar-se com os espíritos é terminantemente proibido (Lv 19.31). 2. Todos os tipos de feitiçaria são uma abominação a Deus (Dt 18.10-12). 3. Deus se retira dos que andam nestes caminhos (1Sm 28.6-13). 4. A feitiçaria leva a castigos severos (1Cr 10.13-14).

Uma nova realidade experimentada no Céu

Imagem
  Leitura Diária  1 Coríntios 15: 26 Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte. 54 E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Isaías 61: 3 A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do Senhor, para que ele seja glorificado. Isaías 65: 19 E exultarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor. Reflexão A busca pela compreensão da vida após a morte tem sido um tema central em muitas tradições espirituais e religiosas ao longo da história. No cristianismo, as Escrituras oferecem vislumbres de uma realidade além da nossa existência terrena, prometendo uma nova experiência de alegria e imortalidade no Cé

A promessa de que estaremos com Cristo no Céu

Imagem
Leitura Diária  João 14: 3 E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. Reflexão A passagem bíblica de João 14:3 é uma das mais reconfortantes para muitos cristãos ao redor do mundo. Neste versículo, Jesus promete aos seus discípulos que irá preparar um lugar para eles e que voltará para levá-los consigo, para que possam estar juntos no Céu. Esta promessa é vista como um dos pilares da esperança cristã, a certeza de uma vida eterna ao lado de Cristo. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI A ideia de um lugar preparado no Céu sugere um destino final de paz e felicidade, livre das dores e sofrimentos terrenos. É uma mensagem que tem confortado muitos ao longo dos séculos, oferecendo uma perspectiva de eternidade e propósito. Para os cristãos, não é apenas uma promessa de salvação, mas também de pertencimento e comunhão eterna. A interpretação deste versículo tem sido obj

Céu: morada de Deus e pátria dos santos

Imagem
Leitura Diária  Hebreus 12: 20 Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, 23 À universal assembleia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; Gálatas 4: 26 Mas a Jerusalém que é de cima é livre; a qual é mãe de todos nós. Filipenses 3: 20 Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, Reflexão O conceito do céu como morada de Deus e pátria dos santos é um tema profundo que ressoa em vários textos e crenças religiosas. No Cristianismo, a Bíblia apresenta o céu como um reino de presença divina e felicidade eterna para os justos. Os versículos de Hebreus 12:23, Gálatas 4:26 e Filipenses 3:20 oferecem insights sobre esta morada celestial, cada um contribuindo para uma tapeçaria de compreensão teológica. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Hebreus 12:23 fala de uma “assembleia

Há um prêmio a ser alcançado: o Céu

Imagem
Leitura Diária  1 Coríntios 9. 24 Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. 2 Timóteo 4. 8 Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. Reflexão A jornada da fé é frequentemente comparada a uma corrida, uma metáfora poderosa que ressoa através dos tempos e culturas. Nas cartas de Paulo aos Coríntios e a Timóteo, encontramos essa analogia usada para descrever a busca pela recompensa espiritual final, o "prêmio" que é o Céu. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI Em 1 Coríntios 9.24, Paulo fala sobre a corrida no estádio, onde todos correm, mas apenas um recebe o prêmio. Ele encoraja os fiéis a correrem de tal maneira que alcancem a vitória. Esta passagem é um lembrete de que, na vida espiritual, não se trata apenas de participar, mas

Estaremos para sempre com o Senhor no Céu

Imagem
Leitura Diária  1 Tessalonicenses 4. 17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Efésios 1.3,20. 3 Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou. 20 Que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos, e pondo-o à sua direita nos céus, Efésios 2. 6 E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; Reflexão A promessa de uma eternidade com o Senhor é um tema central na fé cristã, oferecendo conforto e esperança aos crentes. As passagens bíblicas de 1 Tessalonicenses 4.17, Efésios 1.3,20 e Efésios 2.6 falam dessa esperança celestial, cada uma delas destacando diferentes aspectos da promessa divina. Siga o canal "Leitura Diária da EBD" no WhatsApp: CLIC AQUI 1 Tessalonicenses 4:17 descreve um futuro encontro com o Senhor "nas nuvens", uma imagem poderosa que tem consolado muito

Tradutor

3° trimestre 2024